10 Sites para gerir melhor as suas despesas

Se não sabe onde cortar mais nas despesas conheça dez sites que o podem ajudar a controlar os gastos.

despesasVales de desconto; descontos em cartão ou descontos em talão. Estes termos são familiares? É natural: cada vez mais os supermercados estão a apostar em promoções e cada vez mais os consumidores estão atentos a elas. Os números comprovam-no: Uma das conclusões do primeiro encontro da Distribuição em Portugal, realizado pela ASAE, revela que 85% dos portugueses estão atentos às promoções. Mas se apesar de estar a atento a todos os folhetos dos supermercados ainda tem alguma dificuldade em poupar é possível que tenha de fazer alguns ajustes ao seu orçamento. Para o ajudar nessa tarefa o Saldo Positivo selecionou um conjunto de 10 sites essenciais que não só o ajudarão a gerir melhor as suas despesas, como poderão fazê-lo poupar muitos euros ao final de um ano.

 Reduza as despesas:

1. Anacom

Se pretende começar a gastar menos em telefone, telemóvel, internet ou televisão pode simular qual o melhor pacote para si, no site da Anacom. Desta forma poderá ficar a conhecer qual o tarifário que melhor se adequa à sua situação familiar. Imagine que quer saber qual é o tarifário de telemóvel mais barato para o seu caso? Basta preencher no simulador os seus dados de consumo de chamadas e sms realizados por mês para ver os preços disponíveis nos vários operadores. Para o caso simulado pelo Saldo Positivo – que incluiu 60 chamadas para quatro diferentes operadores, com um total de 200 minutos de conversação por mês, e 40 SMS – o tarifário mais barato ficava em 15,90 euros por mês. Já o mais caro custava 94,84 euros.

 

2. Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE)

Com o mercado liberalizado de energia surgiram novas companhias de eletricidade e gás. Os preços da energia deixaram de ser definidos pela entidade reguladora para passarem a ser determinados pelas regras do mercado. Assim, com a liberalização, cada empresa comercializadora passou a definir livremente os preços dos seus próprios serviços. Como tal, os consumidores têm de analisar as várias ofertas disponíveis no mercado para saberem qual é o operador mais vantajoso para o seu caso pessoal. No portal da ERSE, pode consultar e simular qual o tarifário que melhor se adequa ao seu perfil. Para isso, basta ter uma fatura da luz consigo e comparar os preços. As diferenças podem ser assinaláveis. Por exemplo, no caso de um casal sem filhos, com tarifa simples e com um consumo anual de eletricidade de 1.900 kWh, o custo anual com a fatura da eletricidade pode oscilar entre os 409 euros e os 442 euros, consoante o operador escolhido.

 

3. Preços dos combustíveis

No site Preços dos Combustíveis, da Direção Geral de Energia e Geologia, pode consultar o diretório de todos os postos de abastecimento de gasolina, gasóleo e GPL em Portugal. Além de poder verificar qual o mais barato, também tem acesso ao posto de combustível mais perto de si e à sua localização. Este site permite ver que, por exemplo, no distrito de Lisboa o preço do litro de gasolina sem chumbo 95 pode custar entre 1,438 euros e os 1,619 euros. Ou seja, uma diferença de 18 cêntimos por litro. Contas feitas, se optar por atestar o seu carro no posto mais barato em detrimento do mais caro irá poupar mais de oito euros.

 

4. Portal do Cliente Bancário do Banco de Portugal

Neste site do Banco de Portugal consegue calcular o valor da prestação mensal do crédito à habitação. Além disso, consegue ver também qual a variação da prestação consoante o montante do capital em dívida, período de empréstimo, a evolução da taxa de juro ou através da alteração combinada destes indicadores. Pode consultar o simulador de crédito à habitação aqui. Mas este não é o único simulador disponibilizado pelo Portal do Cliente Bancário. Aqui também pode fazer simulações relacionadas com o crédito ao consumo e com os juros associados aos depósitos a prazo.

 

5. Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM)

Se é investidor então poderá consultar os vários simuladores disponíveis pela CMVM e conhecer os custos associados ao investimento em determinados instrumentos financeiros. A CMVM disponibiliza três simuladores diferentes: um focado nos custos associados ao investimento em ações, outro que informa sobre custos e rentabilidades associados ao investimento em obrigações e um outro para quem investe em fundos de investimento nacionais.

Continue a ler o artigo nas páginas seguintes: 1 2 | Ver artigo Completo

2 respostas a “10 Sites para gerir melhor as suas despesas”

  1. Pedro

    No dos combustíveis. os preços estão todos desactualizados.

    Responder
    • Saldo Positivo

      Boa tarde Pedro,
      O site http://www.precoscombustiveis.dgeg.pt/ é gerido pela Direção Geral de Energia e Geologia e, segundo a informação que está disponibilizada no site, os preços ali apresentados são da responsabilidade dos titulares da licença de exploração dos postos de abastecimento de combustíveis. E alguns preços ali apresentados podem realmente ter um desfasamento de algumas semanas, como o Pedro aponta. O que nós aconselhamos é que os utilizadores quando consultem o site estejam atentos à data de atualização dos preços. Por exemplo, na lista dos postos mais baratos (ou dos mais caros) por concelho ou distrito é possível verificar qual é a data a que corresponde o preço anunciado. Desta forma, o utilizador poderá ter uma noção mais exata de quais são os postos que têm a informação atualizada dos preços dos combustíveis.
      Desde já agradecemos o seu feedback.
      Atenciosamente,
      A Equipa Editorial do Saldo Positivo

      Responder

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

  • FERRAMENTAS

    PUB
    PUB