Cinco más estratégias de poupança para as suas finanças

Nem todas as estratégias de poupança são boas e podem mesmo arruinar o seu orçamento. Conheça algumas dessas táticas e saiba como evitá-las.

estratégias de poupançaA palavra “poupar” continua na ordem no dia. Segundo os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística, referentes ao terceiro trimestre de 2013, a taxa de poupança das famílias situou-se nos 13,5%. Isto significa que por cada 100 euros ganhos, as famílias estão a poupar 13,5 euros.

Ter uma estratégia de poupança para as suas finanças é vital para conseguir fazer frente a alguns imprevistos que possam acontecer. No entanto, nem todas as estratégias de poupança são boas e podem mesmo arruinar o seu orçamento. Conheça então alguns erros que muitas pessoas cometem com frequência no que diz respeito à poupança.

 

1. Más estratégias: Comprar cupões de desconto impulsivamente

Os sites de cupões de desconto proliferam pelos vários cantos da internet e, geralmente, até no seu email. Por isso, é bastante difícil contornar as várias ofertas apelativas que vão de encontro aos seus interesses. O problema é quando compra vários cupões e deixa a data de validade expirar. Ao fazê-lo está a gastar dinheiro num serviço que ficaria a metade do preço, mas que acabou por não ser utilizado. Uma forma de combater este mal é comprar apenas cupões que sabe que vai mesmo utilizar, em locais que já gosta como é o caso do seu restaurante preferido, por exemplo.

 

2. Gastar mais para não ter de pagar os custos de entrega

Muitas lojas online impõem um limite mínimo de compras para poderem oferecer os custos de entrega. Muitas vezes, os consumidores preferem comprar mais produtos para não terem de pagar estes custos de entrega. Mas, a não ser que compre um artigo ou serviço que realmente necessite, esta estratégia é um erro. Imagine que o seu total de compras são 10 euros e precisa de pelo menos 20 euros para atingir o limite mínimo para poder usufruir dos custos de entrega gratuitos. Se o preço da entrega for cinco euros, não lhe compensa gastar mais 10 euros em compras para poder usufruir da oferta dos custos de entrega porque fica a perder dinheiro.

 

3. Comprar mais para poupar ao longo do tempo

Muitas promoções de supermercado costumam ter direito aos irresistíveis “Leve 3 pague 2”, onde muitas pessoas aproveitam para abastecer a despensa de um produto que faz falta. Contudo, é importante que antes de se aventurar em compras a granel que tenha em atenção as datas de validade. Não compre produtos alimentares ou perecíveis que tenham uma data de validade pequena. Se pretende fazer este tipo de compras é preferível que o faça com produtos de limpeza e não perecíveis.

 

4. Guardar dinheiro no mealheiro

Se pertence ao clube de pessoas que prefere guardar o dinheiro no mealheiro ou debaixo do colchão, saiba que está a cometer uma das piores estratégias de poupança. Isto porque o “monstro” da inflação consegue “engolir”as suas poupanças. A subida do custo de vida vai corroendo as suas poupanças ao longo do tempo. Por exemplo, imagine que tem 10 mil euros, “parados” numa conta à ordem. Se nada fizer, daqui a 10 anos esses 10 mil euros valerão em termos reais apenas 8.875 euros, tendo em conta uma taxa de inflação média anual de 1,2%. Por isso mesmo, é imprescindível que invista as suas poupanças em produtos que lhe tragam um retorno real positivo, isto é, uma taxa líquida acima dos valores da inflação. Para saber mais sobre este assunto, leia o artigo “Não deixe o ‘bicho’ da inflação comer as suas poupanças”.

 

5. Não ter objetivos financeiros

Estabeleça um objetivo de poupança: Seja ele umas férias, um carro novo ou uma casa nova e escreva num papel as ações que deve tomar para alcançar esse fim. Ao não ter quaisquer objetivos de poupança não terá estímulos para poupar. E se não poupar estará a colocar em causa a sua estabilidade financeira e a da sua família. Por isso mesmo, estabeleça um plano de ação para atingir o objetivo ambicionado. Desta forma, sentir-se-á motivado para poupar.

 

Leia também:

Minimalismo: Como funciona o movimento que ajuda a poupar

Seis dicas ‘low cost’ para renovar a sua casa

10 sites para gerir melhor as suas despesas 

Como fazer dinheiro com o seu guarda-roupa?

Cinco formas de aumentar a sua poupança

 

Uma resposta a “Cinco más estratégias de poupança para as suas finanças”

  1. rui costa

    Aprender a diferença entre Poupar e Investir é fundamental! Bom trabalho!

    Responder

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB