7 dicas para comprar um carro

Se seguir as sete recomendações para comprar um carro o negócio vai correr melhor.

Se está a pensar em comprar um carro, há uma série de erros que deve evitar. Este é um terreno perigoso, em que é fácil deixar as emoções liderar as negociações. Pense friamente naquilo que realmente precisa e pode poupar muito dinheiro. Um carro é uma compra de alto envolvimento, tanto emocional como financeiro, obrigando a uma despesa inicial grande e a uma imparável sucessão de pequenas ou maiores despesas – combustível, seguros, pequenas reparações ou substituições, entre outras. Por isso, antes de começar a sonhar com um todo-o-terreno ou com um descapotável, saiba o que tem de fazer.

Pese os prós e os contras antes de comprar
Pese os prós e os contras antes de comprar

Avalie se precisa mesmo do carro

Se vai comprar um carro só por capricho, pense duas vezes (pelo menos). Depois da compra, as despesas com um carro pouco usado são quase tão altas como as de um carro intensamente usado e a desvalorização é semelhante.

Novo não é a única opção

Um carro semi-usado ou usado podem ser uma boa opção para si, devido ao preço bastante mais acessível. No entanto, é preciso ter cuidado na hora da escolha. Se comprar particularmente, procure acompanhar-se de um especialista que lhe possa fazer a leitura do estado da viatura. No entanto, a melhor opção para quem não domina as máquinas, é mesmo procurar em stands da marca, que lhe garantam confiança e apoio técnico em caso de problemas.

Decida que tipo de carro precisa

Se sonha com um descapotável desde sempre mas tem três filhos, opte por outro tipo de carro. O mesmo se costuma andar sozinho e está a pensar comprar uma mini-carrinha. São desajustados às suas necessidades.

Saiba quanto dinheiro pode gastar

Não se deixe levar pelas promessas de crédito muito acessível. Já vai ter bastantes despesas com que se preocupar a partir do momento em que comprar o carro.

Deixe as emoções à porta do stand

Mesmo que saiba à partida qual é o carro que vai comprar, não deixe o vendedor perceber que já decidiu. Faça com que ele o “convença” das fantásticas qualidades da viatura e que o incentive a comprá-lo.

Vá a muitos stands

Se perder algum tempo a visitar vários stands, ainda que sejam da mesma marca, vai descobrir que há, por vezes, grandes diferenças de preços. Especialmente útil quando a mesma plataforma é usada em várias marcas. O mesmo para carros semi-usados e usados – nestes casos, as diferenças podem ser ainda mais substanciais.

Discuta primeiro o preço do carro novo

Fale do carro velho que quer vender só depois disso. E leve o seu carro lavado e bem cuidado, para o vendedor não achar que não lhe dá valor nenhum. E, do mesmo modo, aborde as mensalidades do empréstimo só depois de o negócio estar fechado. Não misture os assuntos.

2 respostas a “7 dicas para comprar um carro”

  1. carros usados

    Muito bom artigo, francamente dou os meus parabéns.
    A compra de carros usados (ou novos) é poucas vezes pensada de forma pragmática e objectiva, nesse sentido as dicas neste artigo valem ouro! Vou partilhar com os meus contactos.
    Cumprimentos,

    Responder
    • saldopositivo

      Olá João,
      Obrigado pelas suas simpáticas palavras.
      Bom trabalho.
      A equipa Saldo Positivo

      Responder

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB