Quatro atividades gratuitas para fazer com as suas crianças

Tome nota de algumas sugestões de atividades gratuitas ou de baixo custo que pode fazer com as suas crianças.

crianças-artigoMesmo que não possua um orçamento muito folgado, saiba que existe uma grande diversidade de atividades que pode fazer com os seus filhos de forma gratuita ou com muito baixo custo.

Exatamente a pensar nas famílias que nos últimos anos enfrentaram fortes restrições na gestão das suas finanças pessoais, o Saldo Positivo dá a conhecer algumas atividades lúdicas que pode fazer em família sem ter de gastar dinheiro. Fique a conhecê-las.

 

1. Se gosta de animais

A Quinta Pedagógica dos Olivais quase que dispensa apresentações, tal é a relevância que este espaço tem adquirido nos últimos anos. A quinta tem cerca de dois hectares e nela é possível os visitantes terem um contacto mais próximo com a vida do campo e participarem em atividades típicas de uma quinta, como a lavoura, as hortas e os pomares. Os animais, como os burros, os gansos, as cabras, as galinhas, entre outros, são também um dos ex-libris deste espaço. A Quinta Pedagógica dos Olivais está aberta todos os dias (exceto às segundas-feiras) e as visitas são gratuitas. No entanto, se quiser participar em algumas atividades é aconselhável fazer uma marcação prévia.

Ainda no campo dos animais, se os seus filhos têm um fascínio pelo mar, então leve-os até ao Aquário Vasco da Gama, que está aberto todos os dias do ano. Neste caso, a entrada das crianças com idade inferior a quatros anos e é gratuita. A partir dessa idade e até aos 15 anos, o preço do bilhete é de 2,50 euros. Já os adultos (até aos 64 anos) pagam cinco euros pela entrada.

 

2. Para quem gosta de museus

Nos museus e monumentos que estão sob a tutela da Direção Geral do Património Cultural (Exemplo: Mosteiro da Batalha, Mosteiro de Alcobaça, Mosteiro dos Jerónimos, Museu dos Coches, Museu do Traje, Museu Nacional Soares dos Reis, entre muitos outros), a entrada é gratuita a todos os visitantes no primeiro domingo de cada mês. Além desta iniciativa, muitos museus preveem entradas gratuitas durante as manhãs de todos os domingos. Mesmo alguns museus que estão fora da alçada da DGPC, como o Museu Calouste Gulbenkian, preveem entradas gratuitas aos domingos. Já no Museu da Eletricidade, as entradas são sempre gratuitas, sendo que podem existir algumas atividades que tenham de ser pagas.

 

3. Piqueniques para os amantes de refeições ao ar livre

Se está saturado de fazer as refeições em casa, mas também não tem disponibilidade financeira para almoçar fora com frequência, então um piquenique é a solução ideal. Além de ser uma proposta barata (já que leva as refeições prontas a partir de casa), é uma opção que permite juntar um grande número de familiares e amigos, que de outra forma impossível de reunir num apartamento. Além disso, muitos dos jardins e parques naturais eleitos pelos portugueses para a realização de piqueniques estão dotados de infraestruturas para acolher as famílias (muitos dispõem de casas de banho, quiosques, parques infantis ou grelhadores). Em Lisboa, por exemplo, o Parque da Serafina em Monsanto, o Jardim da Estrela ou a Tapada das Necessidades são alguns dos lugares eleitos para esse efeito. Mais a norte no Porto, as opções são também variadas, passando pelo Parque da Cidade e até ao Parque de São Roque.

 

4. Um regresso ao passado

Espreitar como era a vida, o dia-a-dia e as casas de uma aldeia portuguesa há algumas décadas atrás. Foi exatamente com o propósito de preservar estes costumes que José Franco construiu, em Sobreiro, perto de Mafra uma réplica de uma aldeia. Conhecida como a Aldeia Saloia, a Aldeia Típica de José Franco é um museu etnográfico, com cerca de 2.500 m2 que retrata a vida rural no início do século XX. O espaço inclui entre outras atrações, um moinho de vento, uma oficina de carpintaria com os respetivos utensílios, uma mercearia, uma capela, uma cozinha saloia, uma ferraria, uma adega, as lojas do barbeiro e do dentista, e a escola primária. A entrada na Aldeia Saloia é gratuita.

 

Tome nota:

Se quer conhecer mais atividades ‘low cost’ para fazer com os seus filhos, a internet pode ser uma ferramenta preciosa. Isto porque existem diversos websites especializados na divulgação de eventos (como exposições, ‘ateliers’, ‘workshops’, sessões de cinema, festivais, etc.) dirigidos para os mais novos, desde o norte até ao sul do País. Ao mesmo tempo, estes sites dão muitas sugestões de atividades em famílias que podem ser feitas dentro de casa. É o que acontece com o portal Pumpkin e o Estrelas e Ouriços.

 

 

Leia também os seguintes artigos:

– Três receitas para fazer com os seu filhos

– Como tornar o seu filho num milionário?

– Oito passos para construir um orçamento para férias

– Como fazer compras mais baratas?

– Quatro erros financeiros que os pais cometem na educação financeira das crianças

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB