Cinco conselhos para poupar no seguro do seu automóvel

Se considera que está a pagar um preço demasiado elevado pelo seguro do seu carro, tome nota de alguns conselhos para conseguir poupar.

seguro automóvelQuem tem um carro tem de suportar vários custos: desde o combustível, passando pelo pagamento do Imposto Único de Circulação (IUC); as revisões da viatura e ainda o seguro automóvel. No que diz respeito a este último, os custos da apólice variam em função de uma série de fatores, como as coberturas contratadas, o tipo de veículo, o estado da viatura, a zona geográfica e até a idade do condutor.  Se quer reduzir a fatura que paga com o seu seguro automóvel tome nota de alguns conselhos.

 

1. Pesquise e negoceie

Pesquisar a oferta que existe no mercado é o primeiro passo para perceber se está a pagar um preço demasiado elevado pelo seguro da sua viatura. Os consumidores devem assim dirigir-se a várias seguradoras para fazer simulações e perceberem com exatidão qual é a apólice que lhe oferece a melhor relação entre “prémio-coberturas”. Não se esqueça de pedir simulações também nas chamadas seguradoras low-cost (que funcionam pela internet e pelo telefone), uma vez que em muitos casos pode conseguir prémios mais baixos. A Deco Proteste disponibiliza um simulador de seguro automóvel que pode consultar aqui.

Depois de fazer a prospeção de mercado e encontrar a oferta mais competitiva numa seguradora concorrente apresente as simulações junto da sua seguradora e tente negociar uma redução do prémio com a sua companhia. Se a seguradora não aceitar uma redução e optar por fazer o seguro noutra companhia saiba que pode terminar o contrato. Para isso, deve avisar por escrito a companhia de seguros com 30 dias de antecedência. Ou então, como explicam os especialistas da Deco Proteste, basta não pagar o seguro na data-limite, que a apólice é automaticamente anulada.

 

2. Ajuste as coberturas às suas necessidades

Um outro fator importante a ter em conta tanto no seguro automóvel como nos restantes seguros é saber que tipo de seguro quer contratar (responsabilidade civil obrigatória ou danos próprios) e as coberturas que vai contratar. Isto é importante porque pode estar a pagar um prémio demasiado elevado por coberturas que são desajustadas ao seu perfil e às suas necessidades.

 

3. Junte várias apólices na mesma seguradora

Outra solução para diminuir a fatura com o seu seguro automóvel passa por agrupar na mesma seguradora outros veículos da família, ou mesmo outro tipo apólices para a mesma companhia. Desta forma, terá mais poder de negociação de preços com a sua seguradora.

 

4. Pague o prémio anual de uma só vez e adira ao débito direto

Os consumidores podem pagar o seguro de uma só vez ou em várias tranches. No entanto, a maioria das seguradoras cobra o fracionamento dos prémios. Por isso, para poupar alguns euros pague o seu seguro de uma só vez. Também o meio de pagamento utilizado pelo consumidor pode ter influência no custo final do seguro. Isto porque as seguradoras privilegiam os pagamentos dos prémios feitos por débito direto, já que é sinónimo de cobrança imediata. Como tal, se os consumidores fizerem o pagamento por esta via podem beneficiar de uma redução do prémio que pagam pelo seguro do seu carro.

 

5. Analise as franquias

Outro ponto que pode influenciar o custo dos seguros são as franquias. Recorde-se que a franquia é o valor que fica a cargo do tomador de seguro em caso de sinistro. Quanto mais elevadas forem as franquias mais responsabilidades o consumidor está a assumir, pelo que o prémio do seguro fica mais em conta. Leia também o artigo: O que é uma franquia?

 

Leia também os seguintes artigos relacionados:

-Quem está isento do pagamento do IUC?

-Quanto custa importar um automóvel?

-Oito dicas para quem quer comprar um carro usado

-Sete dicas para alugar um carro durante este verão

-O que é o carsharing?

-O que pode acontecer se não tiver o seguro automóvel?

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB