Como registar faturas no Portal das Finanças?

Caso os comerciantes não comuniquem as faturas ao Fisco, os contribuintes podem fazê-lo. Saiba como registar faturas no Portal das Finanças.

manuaDesde que a Reforma do IRS entrou em vigor, que apenas as faturas com número de contribuinte dos membros do agregado familiar dão direito a dedução de despesas no IRS. No entanto, para beneficiar dos valores correspondentes às despesas que teve, deverá consultar regularmente a sua área pessoal do portal do E-fatura para garantir que está tudo em ordem. Poderá ser necessário validar faturas, complementar informação das mesmas ou até inserir faturas manualmente. Leia o artigo:  Quais as datas do IRS a que deve estar atento em 2016?

Os comerciantes têm até ao dia 25 do mês seguinte ao da emissão da fatura para comunicar à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), por transmissão de dados, os elementos das faturas emitidas. Uma vez tendo expirado esse prazo, se for ao E-Fatura e verificar que a respetiva fatura não consta na sua área poderá inseri-la manualmente. Por este motivo, é importante guardar sempre as faturas em papel durante um determinado período, pelo menos, até ter a certeza que a despesa foi corretamente comunicada às Finanças. Leia o artigo:  Como reclamar as despesas no E-fatura?

 

Como inserir uma fatura manualmente?

Para inserir uma fatura manualmente, basta aceder à sua área pessoal do E-Fatura e clicar em “Registar faturas”. Depois, é só colocar a informação pedida: NIF do comerciante, o tipo de fatura em causa, o número da fatura, a data de emissão e o código controlo. Este último dado é opcional e poderá encontrá-lo na fatura em papel: é o conjunto de quatro carateres que se encontra antes de “Processado por programa certificado”. Leia o artigo: Como inserir no E-Fatura as despesas feitas no estrangeiro

De seguida, deverá inserir a informação relativa aos montantes envolvidos na compra, como o valor total que pagou e a taxa de IVA. Automaticamente aparece o valor pago de imposto e a base tributável. Por fim, clique em “Guardar”. Não se esqueça que para cada uma das faturas, deverá selecionar a atividade da empresa, clicando no ícone correspondente a despesas gerais familiares (identificado com a designação de “Outros”), saúde, educação, habitação, lares, reparação de automóveis, de motociclos, restauração, alojamento ou cabeleireiros. Leia o artigo: E-Fatura: Como validar as despesas dos filhos?

Relembramos que tem até ao dia 15 de fevereiro de 2016 para completar a informação das faturas e beneficiar das deduções à coleta das despesas que teve em 2015. O valor das deduções será disponibilizado até ao fim do mês de fevereiro. Leia o artigo: Conheça 10 despesas que o ajudam a poupar no IRS

 

Leia também:

Como pedir senha de acesso ao E-fatura para os filhos?

Saiba se está dispensado de entregar o IRS

Quanto pode poupar no próximo IRS? Seis casos práticos

Seis erros que está a cometer no E-Fatura

As refeições escolares são aceites como despesas de educação?

Despesas de habitação não aparecem no E-Fatura. O que fazer?

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB