Comprar ou arrendar casa? Descubra os prós e os contras

Se está indeciso sobre se deve comprar uma casa ou optar pelo arrendamento conheça os prós e os contras de cada uma destas alternativas.

comprar ou arrendarNa hora de escolher uma casa para viver, a grande maioria dos portugueses prefere comprar casa ao arrendamento. Os números dos Census 2011, do Instituto Nacional de Estatísticas, confirmam que existiam nesse ano perto de três milhões de proprietários de habitações em Portugal. Um valor que correspondia a 73% do número total de alojamentos familiares clássicos, ocupados como residência habitual em Portugal.

No então, a crise económica e financeira que se viveu nos últimos anos e o aperto das condições de acesso ao crédito levaram muitas famílias portuguesas a optar pelo arrendamento, sendo esta uma escolha cada vez mais vista como uma alternativa à compra de casa.

Ainda assim, o sonho de ter habitação própria não abandonou os portugueses e a concessão de crédito habitação tem aumentado. Prova disso são os dados do Banco de Portugal que apontam para um total de 279 milhões de euros concedidos em crédito habitação em dezembro de 2014. Desde dezembro de 2011 que o crédito habitação concedido não apresentava valores tão elevados.

Se está indeciso sobre qual é a melhor opção para o seu caso, conheça as vantagens e desvantagens de comprar ou arrendar casa.

 

Arrendar Casa

Vantagens:

1. Não paga impostos

Se arrendar casa não está sujeito ao pagamento dos impostos que recaem sobre os proprietários de imóveis. Assim, fica livre do pagamento do Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT) e do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI). Apesar de este último ter um período de isenção de três anos, esta isenção só é concedida aos proprietários cujo rendimento anual do agregado familiar não seja superior a 153.300 euros e o valor patrimonial tributário da habitação não exceda os 125 mil euros.

Além da vantagem de não terem de apagar IMT ou IMI os consumidores que vivam numa casa arrendada poderão ainda deduzir no IRS 15% das rendas pagas aos senhorios até ao limite de 502 euros, desde que o contrato tenha sido celebrado ao abrigo do Novo Regime de Arrendamento Urbano (NRAU) ou do Regime de Arrendamento Urbano (RAU).

 

2. Não paga quotas de condomínio

Outra despesa de que fica livre ao preferir arrendar casa é do pagamento de quotas de condomínio. Recorde-se que o pagamento do condomínio é da responsabilidade do proprietário, isto é, do senhorio. No entanto, é possível que fique estabelecido no contrato de arrendamento que o pagamento do condomínio seja suportado pelo inquilino, sendo que este valor deve ser abatido no valor da renda.

 

3. Mobilidade geográfica

Uma das vantagens de recorrer ao arrendamento é a possibilidade de poder mudar de casa mais facilmente. Tendo em conta que cada vez mais a residência é influenciada pelo local de trabalho ao optar por arrendar uma casa está a facilitar este processo.

 

4. Não necessita de pagar a manutenção do imóvel

No caso de ser necessário realizar obras na habitação estas despesas deverão recair sobre o senhorio.

 

Desvantagens:

1. Não está a construir património

Uma das desvantagens do arrendamento advém do facto de estar a investir em algo que não vai ser seu. E quando sair da habitação não vai ver o dinheiro que gastou em rendas a gerar lucro. Pelo contrário, se comprar casa estará a aumentar o seu património. É também um bem que pode deixar aos seus filhos, se for caso disso.

 

2. Tem que responder ao senhorio

No caso de viver numa casa arrendada lembre-se que qualquer tipo de alteração tem que ser previamente autorizada pelo senhorio. Se acontecer algum acidente ou der mau uso a equipamentos que já estejam na habitação o mesmo terá que acontecer.

 

3. No longo prazo pode gastar tanto dinheiro como se comprasse a casa

Se o seu objetivo é viver durante muito tempo na mesma casa é fundamental que faça as contas e veja qual o custo total no longo prazo com as rendas que terá de suportar e compare com os encargos totais que terá com a compra de casa. Só assim saberá qual é a solução mais barata no longo prazo.

 

4. Pode ser obrigado a mudar-se

Depois do contrato de arrendamento acabar, o proprietário do apartamento pode optar por não realizar um novo contrato. Neste caso, será obrigado a mudar-se e a procurar uma nova habitação.

Continue a ler o artigo nas páginas seguintes: 1 2 | Ver artigo Completo

PUB

Conheça a oferta da Caixa

Uma resposta a “Comprar ou arrendar casa? Descubra os prós e os contras”

  1. fatima

    Conselhos úteis

    Responder

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB