As dicas de poupança da gestora do blogue Tralhas Grátis

É um dos mais conhecidos blogues que colecionam as promoções dos supermercados. O Saldo Positivo falou com a criadora do Tralhas Grátis.

Catrianartigo2
Catarina Vilela lançou o blogue Tralhas Grátis antes do início da crise.

Em 2007 Catarina Vilela, então com 21 anos, lançou um blogue inovador em Portugal: o Tralhas Grátis. A ideia era dar a conhecer dicas de poupança e divulgar os locais onde era possível obter descontos e promoções nas compras de supermercado. Na altura, muitas pessoas ainda não estavam habituadas a conjugar o verbo “poupar”. No entanto, a crise económica e as medidas de austeridade catapultaram este blogue para o caminho do sucesso. Basta olhar para os números. O Tralhas Grátis recebe em média 20 mil visitas diárias de pessoas que vêm ali à procura das melhores soluções para poupar no supermercado, na roupa ou até, imagine-se, na compra de passadeiras elétricas.

“Há pessoas que antes de comprarem algum produto pedem primeiro o meu conselho. No outro dia, tive o caso de um leitor que queria comprar uma passadeira e não sabia qual o modelo que deveria comprar. Eu não percebo nada de passadeiras mas dei-lhe a minha opinião e disse-lhe que em vez de comprar uma passadeira das mais baratas, que ao fim de pouco tempo de utilização poderia começar a dar problemas, se calhar ele conseguia encontrar uma passadeira com melhores características e de um modelo mais avançado, mas em segunda mão”, explica a blogger ao Saldo Positivo.

 

Truques de poupança do Tralhas Grátis

A aventura de Catarina Vilela no mundo das finanças pessoais começou por uma causa própria: não tinha dinheiro e, como tal, desde cedo se habituou a controlar as suas despesas e a encontrar pechinchas. “Sempre vivi com muito pouco dinheiro. E quis mostrar às pessoas as coisas espetaculares que fazia para conseguir poupar alguns euros e que, na altura, ninguém fazia”. E exemplifica: “Em 2007 era comum as pessoas irem às compras e comprarem logo a primeira coisa que lhes aparecia à frente. Elas não esperavam pelas promoções. Muitas vezes até tinham um artigo semelhante e mais barato logo ao lado mas nem sequer olhavam para ele. Além disso, as pessoas faziam sempre as compras à pressa, sem tempo para analisar”.

Em média o blog Tralhas Grátis recebe todos os dias 20 mil visitas de leitores que procuram descontos e promoções.
Em média o blogue Tralhas Grátis recebe todos os dias 20 mil visitas de leitores que procuram descontos e promoções.

Para Catarina Vilela, a pressa não é apenas inimiga da perfeição: é também inimiga da carteira. Isto porque a grande estratégia para se conseguir poupar no orçamento passa pela planificação das compras. Ou seja: É importante saber onde estão os artigos em promoção, fazer a prospeção de mercado e verificar qual é a cadeia mais barata para comprar determinados artigos, saber estudar as prateleiras e conseguir encontrar, dentro da mesma categoria de produtos, aquele que é mais vantajoso. Problema deste processo? Exige tempo e planeamento por parte dos consumidores, um bem raro nos tempos que correm.

E esta é talvez uma das razões que explica o sucesso deste blogue. O trabalho e as tarefas domésticas levam a que muitas famílias não tenham muita disponibilidade para conseguirem fazer a prospeção de mercado necessária para caçarem as melhores promoções. E no Tralhas Grátis, assim como em outros blogues semelhantes, conseguem ter este trabalho de casa feito, já que as promoções, os descontos, os cupões, as ofertas estão perfeitamente identificados.

Para conseguir reunir todas as informações sobre as promoções que vão sendo divulgadas, Catarina Vilela analisa as newsletters das marcas e cadeias de supermercados e faz uma pesquisa que pode levar dias a fazer. “Recebi há pouco tempo alguns pedidos de leitores que queriam saber mais informações sobre os cartões de fidelização das marcas. Esse ‘post’ levou-me quatro dias a preparar”, conta. Para esta estudante de mestrado em Finanças o conceito de poupança não se resume a apenas a não gastar. “Defendo que não devemos limitar os gastos a tudo. Não podemos abdicar de consumir tudo. Por isso, tão importante como não gastar é saber comprar”.

 

A crise e o sucesso do blogue

Nos últimos dois anos, o site tem registado um crescimento médio de 50% do número de visitas. O sucesso do Tralhas Grátis não pode ser dissociado do contexto de crise económica em que o País vive. A perda de rendimento disponível das famílias devido às medidas de austeridade obrigou os consumidores portugueses a apertarem o cinto às suas despesas. Palavras como: oferta, promoção, grátis, cupões, começaram a soar como música aos seus ouvidos. “Acho que uma coisa [o sucesso do blogue] está relacionada com a outra [crise]. Por exemplo, há neste momento muitos jovens que querem sair de casa dos pais e não conseguem. E perguntam-me muitas vezes se é possível gastar apenas 100 euros por mês em alimentação para duas pessoas e eu explico-lhes como conseguem fazê-lo”.

Apesar de a crise ser um catalisador de visitas para este tipo de sites e blogues, tal não significa que sejam apenas as pessoas de classes mais baixas a procurarem informações nestas plataformas: “Cerca de 70% das pessoas que visitam o blog são mulheres. Mas são de todas as classes: Desde quem não tem dinheiro e vive com algumas dificuldades financeiras até técnicos superiores com elevados rendimentos. É que quem ganha bem também tem mais despesas”, explica Catarina Vilela. Ou seja: todas as pessoas neste momento querem poupar. Em relação aos conteúdos mais procurados no blog, Catarina Vilela refere que a preferência dos leitores recai sobre os descontos imediatos (sobretudo na alimentação), ou seja, os descontos que as pessoas podem usufruir logo no momento da compra. Os cupões, que podem ser impressos pelos leitores e dão descontos ou ofertas que podem ser levantadas nas lojas, são também bastante procurados.

Hoje Catarina Vilela e o seu Tralhas Grátis não estão sozinhos. Nos últimos anos têm surgido no mundo da blogosfera e da internet vários sites concorrentes, que seguem a mesma filosofia. É o caso do Caça Promoções ou mais, recentemente, do Sapo Promos. Um fenómeno a comprovar a importância que estas plataformas online têm na gestão do dia-a-dia dos orçamentos dos portugueses. Para acompanhar esta procura crescente por parte da população portuguesa, Catarina Vilela quer fazer evoluir o seu projeto: o objetivo para 2014 é transformar o blogue num grande portal de descontos. Apesar deste ‘upgrade’, a filosofia do projeto irá manter-se: ajudar as famílias portuguesas a viverem bem com menos dinheiro.

 

Leia também os seguintes artigos relacionados com o mesmo tema:

– Seis dicas para ter uma alimentação ‘low cost’ saudável 

– 10 Sites para gerir melhor as suas despesas

– Como fazer dinheiro com o seu guarda-roupa 

– Calculadora: Quanto tem de poupar para chegar a milionário?

 

 

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB