“Descobrir” dinheiro onde não existe

Algumas ideias para poupar mais uns euros e, quem sabe, começar um passatempo rentável.

O Saldo Positivo recebe muitos comentários de leitores que dizem que já seguem todos os nossos conselhos para poupar e que estão a conseguir ver alguns resultados. Por isso, e também depois de termos lido um artigo que fazia uma estatística engraçada sobre o dinheiro escondido nos sofás da América (uma moeda por sofá, numa estimativa de 114 milhões de casas), decidimos reunir alguns conselhos para quem precisa de se organizar em termos financeiros.

3 respostas a ““Descobrir” dinheiro onde não existe”

  1. João

    Muito boas as dicas de poupança e o video este excelente.
    A questão prende-se com a interpretação que as pessoas fazem sobre poupar dinheiro. Pois todas conseguem aplicar a generalidade das dicas mas não escolhem os fins correctos para atingir a estabilidade financeira.
    De nada vale poupar dinheiro para gastar no futuro, pois acabam sem o mesmo.
    A resposta está onde gastar o dinheiro e como o gastar e se deverão gastar todo o dinheiro.
    Poupar para o consumo é a regra da generalidade das pessoas quando deviam pensar em poupar para a família, educação dos filhos, pagar empréstimos com taxas de juro elevadas, efectuar poupanças e claro investir…
    O segredo está na escolha do porquê e para quê devo poupar.

    Até já…
    João
    http://www.produtosbancarios.com

    Responder
    • saldopositivo

      É isso, João. Poupar para investir e procurar bons retornos para o investimento é o que permitirá um pleno de vida com qualidade.
      Melhores cumprimentos,
      A equipa Saldo Positivo

      Responder
    • Rui Costa

      Caro João,

      Permita-me descordar, mas poupar é de facto consumir no futuro. Agora cada um é que decide onde gastar a sua poupança. Exemplo1, vou começar a poupar para a entrada da minha casa. Exemplo2, vou começar a poupar hoje para que a minha filha aos 18 anos vá para a faculdade. Exemplo3, vou começar a poupar para trocar de carro daqui a 5 anos. Temos que ser conscientes que poupar é consumir, a não ser que o objectivo seja deixar uma herança. Tal como o joão diz, e bem, poupar para a educação dos filhos etc… É um investimento, que implica consumo. (atenção não me refiro ao consumismo).

      Responder

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB