Dica 1: Durante quanto tempo devo guardar os documentos de IRS?

Em abril vamos ajudar a esclarecer uma dúvida por dia sobre IRS. Hoje fique a saber durante quanto tempo tem de guardar a documentação.

dica1artigo

Durante quanto tempo tenho de guardar a documentação de IRS?

Os comprovativos dos rendimentos e das despesas declaradas no IRS, como faturas de educação ou saúde, declarações do banco, da seguradora ou da entidade patronal, devem ser guardados durante quatro anos. Até ao final desse prazo, o Fisco pode pedir a confirmação dos dados inseridos no IRS, se for alvo de uma inspeção fiscal. O mesmo acontece com as faturas de restauração, alojamento, cabeleireiros e oficinas que inserir por iniciativa própria na sua conta do e-fatura. “As pessoas singulares podem comunicar à AT os elementos das faturas em que constem como adquirentes, que tenham na sua posse, e que não tenham sido comunicados pelos agentes económicos. Nesse caso, devem conservar as faturas que registaram, por um período de quatro anos, contado a partir do final do ano em que ocorreu a aquisição, para as exibir à AT, caso tal seja solicitado”, refere o Portal das Finanças sobre este tema.

Segundo a Deco, os possíveis alvos de inspeção são: Contribuintes com despesas avultadas ou que declaram investimentos em aplicações com benefícios fiscais (PPR), trabalhadores independentes com resultados negativos em vários anos consecutivos, casais que começaram agora a entregar declaração de IRS em conjunto ou contribuintes denunciados.

 

163 mil contribuintes

Mais de 163 mil contribuintes foram chamados pelo Fisco para justificarem as suas declarações de IRS de 2012, o que representa 5% do universo dos contribuintes, segundo dados fornecidos pela Secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais ao Diário Económico. Este controlo é feito todos os anos e a percentagem de cidadãos abrangidos esteve em consonância com a do ano anterior. As principais divergências detetadas prendem-se com a omissão de alienação de valores mobiliários, ou seja, declaração de menos-valias resultantes, por exemplo, da venda de ações.

 

Leia também os seguintes artigos relacionados com o mesmo tema:

– Como declarar os investimentos no IRS?

– IRS: Saiba quando tem de entregar a sua declaração de IRS

– Saiba tudo o que pode deduzir na próxima declaração de IRS

– Dívidas fiscais: Como pagar o IRS em atraso?

 

Leia aqui todas as dicas: 

Dica 1: Durante quanto tempo devo guardar os documentos de IRS?

Dica 2: Como posso doar uma parcela do meu imposto?

Dica 3: O que fazer para entregar o IRS pela internet?

Dica 4: O que acontece se me atrasar com a declaração?

Dica 5: União de facto: IRS em conjunto ou em separado? 

Dica 6: Estou desempregado. Tenho de preencher o IRS?

Dia 7: Como incluir o benefício fiscal do IVA na declaração do IRS?

Dica 8: Que despesas posso deduzir na declaração de IRS? 

Dica 9: Passei um recibo de ato isolado. Quando entrego o IRS? 

Dica 10: Rescindi com a empresa por mútuo acordo. Onde ponho a indemnização?

Dica 11: Englobar os rendimentos é vantajoso? 

Dica 12: Devo declarar a pensão de alimentos paga aos meus filhos?

Dica 13: Senhorios: Como declarar as rendas recebidas no IRS?

Dica 14: Sou pensionista. Como devo declarar a CES no IRS?

Dica 15: Cometi um erro ao preencher o IRS. O que devo fazer?

Dica 16: Resgatei o meu PPR em 2013. Tenho de declará-lo?

Dica 17: O meu filho estuda e trabalha. Declaro-o como dependente no meu IRS?

Dica 18: Como devo declarar as mais-valias das ações?

Dica 19: Sou trabalhador independente. Como serei tributado?

Dica 20: Emigrei em 2013. Tenho de preencher o IRS em Portugal? 

4 respostas a “Dica 1: Durante quanto tempo devo guardar os documentos de IRS?”

  1. José Vale de Ovelha

    Neste artigo, além da obrigatoriedade de guardar os documentos relativos a IRS, também alerta para a necessidade de guardar as facturas registadas no Portal das Finanças.
    Gostava que me esclarecessem essa dúvida, pois já ouvi da boca do Secretário dos Assuntos Fiscais dizer que basta registar as facturas e não será preciso guardá-las.
    Obrigado pelo esclarecimento

    Responder
  2. RP

    Julgo que se tem que guardar aquelas que não foram comunicadas pelo fornecedor.

    Responder
  3. Pedro Francisco

    É bom que haja alguém que se preocupe em esclarecer os cidadãos, mas, convinha dizer quais são os artigos e alineas dos artigos, do código de IRS, que, dizem que, é assim. Já alguém me disse que, atualmente, é necessário guardar as faturas e todos os documentos, durante 10 anos. Obrigado.

    Responder
  4. Cristina Ramalho

    Também estava na dúvida se seriam 4 ou 10 anos. São efetivamente 4 anos (art.º 128 do Código do IRS, redação do Decreto-Lei 160/2003, de 19 de Julho), conforme é mencionado no artigo. Apenas para os contribuintes em nome individual com contabilidade organizada é que são 10 anos.

    Responder

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB