Dica 2: Como posso doar uma parcela do meu imposto?

Durante o mês de abril vamos ajudar a esclarecer uma dúvida por dia sobre IRS. Hoje fique a saber como pode doar uma parcela do imposto.

donativo1

Como posso doar uma parcela do meu imposto?

Sente-se solidário? Fique a saber que quando entregar a declaração de IRS pode consignar uma parcela – 0,5% – dos impostos que irá pagar a uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), para uma instituição religiosa ou para uma entidade com estatuto de utilidade pública. Para fazê-lo, ao preencher a declaração de IRS deve identificar no quadro 9 do anexo H o nome da instituição e o número de identificação de pessoa coletiva (NIPC) da entidade. Conheça aqui a lista das entidades que podem beneficiar de consignação.

É um gesto insignificante para quem o faz, mas que pode fazer toda a diferença para quem precisa da ajuda. Para além disso, ainda pode usufruir do benefício fiscal. No total, o fisco aceita até 25% dos montantes doados até a um limite máximo de 15% da coleta total do contribuinte. Note, no entanto, que como o fisco considera a dedução de donativos um benefício fiscal, no total, a esmagadora maioria dos contribuintes poderá deduzir na sua fatura fiscal um valor máximo de 100 euros com donativos (isto se o contribuinte não apresentar outras despesas com benefícios fiscais associados).

9 Milhões de euros

Este foi o montante que os portugueses doaram a instituições sociais através da declaração de IRS em 2013, segundo um comunicado avançado no mês passado pela AMI. Este valor corresponde a um aumento de dois milhões de euros quando comparado com 2012. No total, 364.000 agregados familiares contribuíram com 0,5% deste imposto, destinando-o a entidades de cariz social. O número corresponde a mais 56% de agregados a doar comparativamente com aqueles que o fizeram em 2012. Isto significa que, apesar da crise, há cada vez mais pessoas a destinar parte do imposto a pagar todos os anos para efeitos de solidariedade.

 

Leia aqui artigos relacionados com o mesmo tema:

IRS: Seja solidário sem gastar um euro

Invista para gerar lucros sociais

Descubra as vantagens de ter uma empresa solidária

Saiba tudo o que pode deduzir na próxima declaração de IRS

 

Leia aqui os esclarecimentos a todas as dúvidas sobre IRS:

Dica 1: Durante quanto tempo devo guardar os documentos de IRS?

Dica 2: Como posso doar uma parcela do meu imposto?

Dica 3: O que tenho de fazer para começar a entregar o IRS pela internet?

Dica 4: O que acontece se me atrasar com a declaração?

Dica 5: União de facto: declaração em conjunto ou em separado?

Dica 6: Estou desempregado. Tenho de preencher o IRS?

Dica 7: Como incluir o benefício fiscal do IVA na declaração do IRS?

Dica 8: Que despesas posso deduzir na declaração de IRS?

Dica 9: Passei um recibo de ato isolado. Quando entrego o IRS? 

Dica 10: Rescindi com a empresa por mútuo acordo. Onde ponho a indemnização?

Dica 11: Englobar os rendimentos é vantajoso? 

Dica 12: Devo declarar a pensão de alimentos paga aos meus filhos?

Dica 13: Senhorios: Como declarar as rendas recebidas no IRS?

Dica 14: Sou pensionista. Como devo declarar a CES no IRS?

Dica 15: Cometi um erro ao preencher o IRS. O que devo fazer?

Dica 16: Resgatei o meu PPR em 2013. Tenho de declará-lo?

Dica 17: O meu filho estuda e trabalha. Declaro-o como dependente no meu IRS?

Dica 18: Como devo declarar as mais-valias das ações?

Dica 19: Sou trabalhador independente. Como serei tributado?

Dica 20: Emigrei em 2013. Tenho de preencher o IRS em Portugal?  

 

 

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB