Dica 19: Trabalhador independente. Como serei tributado?

Contabilidade organizada ou regime simplificado? Saiba como deverá preencher a declaração de IRS.

trab1

Sou trabalhador independente. Como serei tributado?

Se não tem contabilidade organizada, o Fisco considera como rendimento sujeito a tributação cerca de 75% do rendimento bruto. Os restantes 25%, a Autoridade Tributária considera que correspondem a despesas necessárias para o exercício da atividade.

Basta indicar o rendimento obtido no campo 403 do quadro 4A do anexo B. Imaginando que no ano passado obteve um rendimento bruto de 20 mil euros, só 15 mil é que estão sujeitos a imposto.

Há ainda outra alternativa a salientar: Se é trabalhador independente e no ano passado obteve rendimentos anuais até 16.416 euros por serviços prestados apenas a uma empresa e não tem contabilidade organizada, pode optar por declarar estes rendimentos na categoria A. Mas atenção: para poder escolher esta alternativa não poderá ter rendimentos de trabalho dependente. Esta opção pode compensar pois irá usufruir da dedução específica da categoria A (4.014 euros). Exemplo: Se teve rendimentos de 15 mil euros e tem regime simplificado, o Fisco considera como rendimento sujeito a imposto 11.250 euros (75%). Ao optar pelas regras da categoria A, só 10.986 euros ficam sujeitos a imposto.

Se, por outro lado, tem rendimentos brutos que obriguem a contabilidade organizada (acima de 150 mil euros anuais), as regras são diferentes. Neste caso, terá de contratar os serviços de um TOC (Técnico Oficial de Contas). Ao optar pela contabilidade organizada poderá deduzir despesas relacionadas com o exercício da atividade, que de outra forma não seria possível, como é caso das despesas com deslocações, viagens, amortizações de viaturas ligeiras de passageiros ou mistas e os custos associados ao imóvel para habitação e parcialmente afeto à atividade. Assim, se ao longo do ano, reunir despesas dedutíveis da categoria B superiores a 25% dos rendimentos brutos obtidos, a opção pelo regime de contabilidade organizada poderá ser mais vantajoso.

Se tiver contabilidade organizada é o Anexo C que deverá ser preenchido.

 

Número: 25%

É a taxa de retenção na fonte para a maior parte dos trabalhadores independentes. Veja aqui a lista das atividades às quais é aplicada esta taxa. Porém, se a sua atividade é científica, artística ou técnica (designers, arquitetos ou arqueólogos), a taxa é de 20%. Veja aqui a lista. Os trabalhadores independentes que não estejam incluídos nesta lista e os atos isolados pagam 11,5% de retenção na fonte. Já os que têm rendimentos provenientes de propriedade intelectual ou industrial pagam uma taxa de 16,5%.

Fonte: Código IRS

 

Leia também os seguintes artigos relacionados com o mesmo tema:

Saiba tudo o que pode deduzir na próxima declaração de IRS

Recibos verdes e IRS: O que saber? 

IRS: 5 dúvidas dos “recibos verdes”

Quer ser ‘freelancer’? Saiba o que deve ter em conta

 

Leia aqui todas as dicas: 

Dica 1: Durante quanto tempo devo guardar os documentos de IRS?

Dica 2: Como posso doar uma parcela do meu imposto? 

Dica 3: O que fazer para entregar o IRS pela internet? 

Dica 4: O que acontece se me atrasar com a declaração? 

Dica 5: União de facto: IRS em conjunto ou em separado? 

Dica 6: Estou desempregado. Tenho de preencher o IRS?

Dica 7: Como incluir o benefício fiscal do IVA na declaração do IRS?

Dica 8: Que despesas posso deduzir na declaração de IRS? 

Dica 9: Passei um recibo de ato isolado. Quando entrego o IRS? 

Dica 10: Rescindi com a empresa por mútuo acordo. Onde ponho a indemnização?

Dica 11: Englobar os rendimentos é vantajoso? 

Dica 12: Devo declarar a pensão de alimentos paga aos meus filhos?

Dica 13: Senhorios: Como declarar as rendas recebidas no IRS?

Dica 14: Sou pensionista. Como devo declarar a CES no IRS?

Dica 15: Cometi um erro ao preencher o IRS. O que devo fazer?

Dica 16: Resgatei o meu PPR em 2013. Tenho de declará-lo?

Dica 17: O meu filho estuda e trabalha. Declaro-o como dependente no meu IRS?

Dica 18: Como devo declarar as mais-valias das ações?

Dica 19: Sou trabalhador independente. Como serei tributado?

Dica 20: Emigrei em 2013. Tenho de preencher o IRS em Portugal? 

 

 

 

2 respostas a “Dica 19: Trabalhador independente. Como serei tributado?”

  1. ARMANDA TEIXEIRA

    sou trabalhadora por conta de outrem e o meu marido apresentou um ato isolado de 1600 euros em 2014
    quando apresento a declaraçao? e é em conjunto?

    Responder
    • Saldo Positivo

      Boa tarde Sra. Armanda,
      Sim, deverá apresentar a declaração de IRS em conjunto com o seu marido, durante o mês de maio.
      Atenciosamente,
      A Equipa Editorial do Saldo Positivo

      Responder

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB