Pague menos nas transferências bancárias

Se optar por fazer transferências e outras operações financeiras através da internet poupará muitos euros ao final de um ano.

transferências bancárias

Pague menos nas transferências bancárias

Poderá poupar muitos euros por ano se optar por fazer operações financeiras, nomeadamente, transferências bancárias usando o serviço de ‘homebanking’ do seu banco. Isto porque muitas das operações têm custos mais reduzidos se os clientes optarem por fazê-las através do canal da internet, em detrimento de utilizarem o balcão.

60 euros

Imagine que faz todos os meses uma transferência bancária para uma conta em outra instituição financeira no valor de 500 euros. Se fizer estas operações ao balcão do banco poderá ter um custo aproximado de quatro a cinco euros por operação (os valores variam consoante os preçários dos vários bancos). Mas se as fizer através do ‘homebanking’ os encargos serão menores, já que muitas instituições cobram comissões mais reduzidas se as operações forem feitas pela internet. Alguns bancos chegam mesmo a isentar os clientes dos custos destas operações online. Analisando os preçários dos bancos é possível verificar que o custo de uma transferência interbancária pelo serviço de ‘homebanking’ oscila entre os zero euros e os dois euros conforme a instituição. Desta forma, e para o caso  em questão, ao final de um ano este cliente bancário poderá poupar até 60 euros com estas despesas. Para saber quanto poderá poupar no seu caso específico, analise o preçário do seu banco.

 

Para saber mais conselhos sobre como poupar nos serviços financeiros leia os seguintes artigos:

Poupe com o seu banco

10 taxas que deve conhecer bem

Qual é a melhor forma de ir ao banco

 

Leia aqui todas as dicas:

Dia 1: Três maneiras de poupar já na gasolina

Dia 2: Pague menos nas transferências bancárias

Dia 3: Poupe mais de 400 euros por ano usando a marmita

Dia 4: Acabe com os vampiros

Dia 5: Corte 50% na fatura da água

Dia 6: Gaste menos com o seu jardim 

Dia 7: Poupe 17% na conta de supermercado

Dia 8: Qual é o posto de combustível mais barato?

Dia 9: Como diminuir os encargos com impostos?

Dia 10: Faça exercício sem gastar muito dinheiro

Dia 11: Gaste menos com as festas dos seus filhos

Dia 12: Como poupar nos presentes

Dia 13: Qual é o tarifário mais barato?

Dia 14: Como se divertir sem gastar muitos euros?

Dia 15: Como conseguir um seguro mais barato?

Dia 16: Como ter umas férias baratas?

Dia 17: Como fazer as suas poupanças crescer

Dia 18: Como gastar menos euros em cuidados com a beleza

Dia 19: Como ter um casamento low cost

Dia 20: Como poupar na decoração da sua casa

Dia 21: Como poupar na compra de roupa

Dia 22: O que fazer para diminuir a fatura do gás?

Dia 23: Que ferramentas poderá utilizar para poupar?

Dia 24: Como reduzir os gastos com educação?

Dia 25: Como diminuir as despesas com a saúde?

Dia 26: Como baixar os custos com telecomunicações?

Dia 27: Como poupar nos gastos com o seu animal doméstico?

Dia 28: Como poupar nas viagens?

Dia 29: Como poupar com os sites de descontos?

Dia 30: Como poupar na compra de casa?

 

 

 

 

2 respostas a “Pague menos nas transferências bancárias”

  1. Teresa Megre

    Cuidado com a informação que publicam sobre o custo zero das transferências “homebanking”.
    O Banco Popular cobra por estas operações, o que torna a vossa informação incorrecta

    Responder
    • Saldo Positivo

      Boa tarde Teresa,
      Tem razão na observação que faz. Até há muito pouco tempo a generalidade dos bancos não cobrava comissões pelas transferências interbancárias feitas através do serviço de ‘homebanking’. O que temos vindo a verificar é que as instituições têm vindo a introduzir comissões neste tipo de operações, ainda que elas sejam mais reduzidas face às comissões previstas para as transferências realizadas ao balcão.
      Vamos pois atualizar a informação que consta neste artigo.
      Atenciosamente,
      A Equipa Editorial do Saldo Positivo

      Responder

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB