O que fazer se tiver problemas nas férias?

Saiba onde se dirigir e o que fazer quando as férias de sonho se transformam num pesadelo.

férias

O que fazer se tiver problemas nas férias?

Por esta altura grande parte dos portugueses sonham acordados com as férias, pensam no que levar na bagagem e traçam rotas idílicas. Num plano perfeito tudo correrá bem, porém pode dar-se o caso de perder a bagagem ou o hotel não corresponder ao que lhe tinha sido vendido, tornando as férias de sonho num pesadelo. Saiba o que fazer.

Em caso de perda, extravio dou danos da bagagem deve apresentar uma reclamação por escrito à companhia aérea. No caso de estar perdida, poderá ter direito a uma indemnização até 1.200 euros. Se estiver danificada, terá de apresentar queixa no prazo de sete dias após receber a bagagem.

Em caso de ‘overbooking’ (quando a companhia aérea tem mais reservas do que lugares disponíveis) a companhia é obrigada a procurar passageiros voluntários que estejam dispostos a ceder o seu lugar em troca de contrapartidas. Se não acontecer, os passageiros que fiquem em terra podem pedir o reembolso da viagem ou ser reencaminhados para outro voo. Têm ainda direito a uma indemnização entre 250 a 600 euros, consoante as características do voo. Enquanto estiver à espera, a companhia é obrigada a dar bebidas, refeições e alojamento.

Se o voo se atrasar mais do que duas horas são-lhe dadas bebidas e refeições. Se a viagem for adiada para o dia seguinte tem direito a alojamento e transporte entre o aeroporto e o hotel. Para atrasos superiores a quatro horas, pode exigir o reembolso do que pagou e um voo de regresso.

Se comprou um pacote (viagem + alojamento) numa agência de viagens e ao chegar ao local, as suas expetativas foram goradas, porque o hotel não corresponde à brochura, os circuitos foram alterados ou serviços prestados sem qualidade, tem várias hipóteses. Para além de apresentar a reclamação na agência de viagens, pode fazer uma queixa ao Provedor do Cliente, da Associação Portuguesa de Viagens e Turismo, no prazo máximo de 30 dias úteis após o regresso. Se a decisão desta figura for favorável, poderá acionar o Fundo de Garantia de Viagens e Turismo. Este fundo permite que possa receber uma indemnização em caso de incumprimento da agência de viagens. O Fundo de Garantia de Viagens e Turismo também pode ser acionado através de um requerimento ao Turismo de Portugal.

Caso perca os documentos contacte imediatamente as autoridades, se estiver no estrangeiro dirija-se às embaixadas ou postos consulares para o ajudarem. Caso perca cartões bancários, principalmente se se tratar de cartão de crédito, contacte o seu banco e cancele-os.

No caso de burla no arrendamento de casas particulares para férias – situações em que os clientes reservam alojamento através de particulares e pagam sinal, mas quando chegam ao local não há ninguém para os receber ou casa para arrendar – poderá recorrer aos julgados de paz (tribunais com características especiais, competentes para resolver causas de valor reduzido de natureza cível) ou entrar em contacto com um advogado.

 

Número: 309

Este é o número de processos que o Provedor do Cliente (Vera Jardim) da Associação Portuguesa das Agências de Viagens (APAVT) recebeu nos primeiros seis meses do ano. Deste número, 252 foram reclamações e 57 foram pedidos de informação ou aconselhamento. Entre as reclamações mais recorrentes estão a alteração do programa, as más condições de alojamento e atrasos de voos.

 

Leia também:

Cuidados a ter na marcação de férias pela internet

Conheça as burlas mais comuns e saiba como proteger-se

O que deve saber sobre períodos de fidelização?

Orçamento de férias: a não esquecer

 

 

Leia aqui todas as dicas do Especial Mês de Férias:

– Dica 1: Como funciona o cartão europeu de seguro de doença?

– Dica 2: O que saber se vai viajar numa companhia ‘low cost’

– Dica 3: Como conseguir viagens com desconto?

– Dica 4: Cinco sugestões de férias por menos de 250 euros

– Dica 5: Quanto custa acampar?

– Dica 6: Vale a pena fazer um seguro de viagem?

– Dica 7: Quais as diferenças entre um ‘hostel’ e um hotel?

Dica 8: Qual o alojamento ideal para a sua família?

Dica 9: Como manter a sua casa segura durante as férias?

Dica 10: Como fazer férias em casa sem ficar deprimido?

– Dica 11: Como não derrapar o seu orçamento em férias

Dica 12: Arrendamento de casa para férias: O que deve saber?

– Dica 13: O que saber antes de alugar um automóvel?

– Dica 14: Vale a pena optar por um regime “tudo incluído”?

– Dica 15: Como fazer pagamentos no estrangeiro?

– Dica 16: Troca de casa: Como funciona?

– Dica 17: Como garantir que não paga excesso de bagagem?

– Dica 18: Como aplicar o subsídio de férias?

– Dica 19: Como poupar nas telecomunicações durante as férias

– Dica 20: O que fazer se tiver problemas nas férias?

– Dica 21: ‘Free tours’: como conhecer uma cidade gratuitamente

– Dica 22: Como ocupar as férias dos seus filhos?

– Dica 23: Como poupar dinheiro com a compra de bilhetes de avião?

 

 

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB