Dica 21: ‘Free tour’ – Como conhecer uma cidade gratuitamente

Esqueça os pesados guias debaixo do braço. É possível conhecer uma cidade de forma gratuita, ao mesmo tempo que convive com outras pessoas.

free tour

‘Free tour’: Como conhecer uma cidade e sua história gratuitamente

Se vai de férias para uma cidade, uma boa e barata forma de ficar a conhecer melhor a história da cidade, é através da ‘free tour’ – uma modalidade de passeios a pé por determinadas zonas das cidades com um guia que vai explicando a arquitetura, a história e estilo de vida do local. Estes passeios são gratuitos, porém no final da ‘tour’ cabe ao viajante decidir se quer ou não dar gorjeta, de acordo com as possibilidades do seu orçamento.

Em alternativa pode pagar por uma tour completa ou ir num autocarro ‘hop on hop off’, mas as ‘free tours” para além de lhe dar a conhecer os pontos mais importantes, contam-lhe um pouco da sua história, ao mesmo tempo que permite que conheça novas pessoas. Algumas visitas guiadas são feitas por empresas relacionadas com o turismo e outras por moradores locais que, a troco de uma gorjeta, se propõem a dar a conhecer a sua cidade e a contar a sua história, do seu ponto de vista. Estes passeios mais alternativos podem resultar em visitas atípicas, ao lado B das cidades, por vezes mais interessante do que os locais mais turísticos (que pode encontrar em qualquer guia).

Assim, antes de partir em viagem pesquise por ‘free tours’ na cidade para onde vai, no entanto, caso não se lembre, poderá perguntar no hotel ou hostel onde irá ficar alojado, pois muitas destas ‘tours’ são organizadas por hosteis ou partem de um. Aqui ficam alguns exemplos: América do Norte, Nova Iorque, Europa e Rio de Janeiro.

 

Número: 1,4 milhões

Foi o número de viagens ao estrangeiro que os portugueses fizeram em 2013, de acordo com o INE – Inquérito às Deslocações dos Residentes 2013. Destes 1,4 milhões, apenas 562,2 mil foram em lazer; 445,3 mil foram para visitar amigos e familiares; 336,4 mil foram por motivos profissionais; 2,2 mil por questões relacionadas com saúde; 17,8 mil por motivos religiosos e os restantes 26 mil foram por outros motivos.

 

Leia também:

Como se divertir sem gastar muitos euros

10 Sites para gerir melhor as suas despesas

Cuidados a ter na marcação de férias pela internet

Orçamento de férias: a não esquecer

 

Leia aqui todas as dicas do Especial Mês de Férias:

– Dica 1: Como funciona o cartão europeu de seguro de doença?

– Dica 2: O que saber se vai viajar numa companhia ‘low cost’

– Dica 3: Como conseguir viagens com desconto?

– Dica 4: Cinco sugestões de férias por menos de 250 euros

– Dica 5: Quanto custa acampar?

– Dica 6: Vale a pena fazer um seguro de viagem?

– Dica 7: Quais as diferenças entre um ‘hostel’ e um hotel?

Dica 8: Qual o alojamento ideal para a sua família?

Dica 9: Como manter a sua casa segura durante as férias?

Dica 10: Como fazer férias em casa sem ficar deprimido?

– Dica 11: Como não derrapar o seu orçamento em férias

Dica 12: Arrendamento de casa para férias: O que deve saber?

– Dica 13: O que saber antes de alugar um automóvel?

– Dica 14: Vale a pena optar por um regime “tudo incluído”?

– Dica 15: Como fazer pagamentos no estrangeiro?

– Dica 16: Troca de casa: Como funciona?

– Dica 17: Como garantir que não paga excesso de bagagem?

– Dica 18: Como aplicar o subsídio de férias?

– Dica 19: Como poupar nas telecomunicações durante as férias

– Dica 20: O que fazer se tiver problemas nas férias?

– Dica 21: ‘Free tours’: como conhecer uma cidade gratuitamente

– Dica 22: Como ocupar as férias dos seus filhos?

– Dica 23: Como poupar dinheiro com a compra de bilhetes de avião?

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB