- Saldo Positivo - http://saldopositivo.cgd.pt -

Dicas para férias mais baratas

Férias são sinónimo de praia e sol. Apesar das dificuldades económicas que Portugal atravessa, não pense em cortar no tempo para descansar e para recarregar baterias. Com muita organização e alguma ginástica financeira, poderá ter umas férias perfeitas junto da sua família. O Saldo Positivo dá-lhe algumas dicas que podem poupar-lhe algum dinheiro, mantendo o descanso e a diversão veraneante.

Uma boa organização e planeamento, irá fazer-lhe poupar muito dinheiro na sua carteira.

Organize-se

Como em tudo na vida, uma boa organização poderá ser a chave para o sucesso. Assim, é importante que se sente à mesa de calculadora na mão, e faça um orçamento para as suas férias. Ao fazer o orçamento estará a limitar quais os gastos que poderá ter durante esse período de descanso. No entanto, a maior dificuldade do orçamento não é fazê-lo, é cumpri-lo.

Por isso é importante que siga rigorosamente o seu plano de despesas, que deve conter as coisas mais importantes, tais como o alojamento, a viagem e a alimentação, sendo que deve ainda comparar os preços nestas alternativas. Se estiver a pensar fazer algumas actividades de diversão, deverá também incluí-las no seu plano financeiro para as férias. Além disso, evite comprar coisas supérfluas e lembre-se de uma regra importante: crie sempre uma margem no orçamento para situações que não estejam previstas.

Um outro factor determinante, aliado ao orçamento, é o planeamento das férias. Um bom plano de férias, programado com a devida antecedência, poderá ser muito importante para equilibrar as suas contas. Apesar do risco, a marcação de férias com antecedência, poderá sair mais barato, devido às promoções que as unidades hoteleiras e as companhias aéreas fazem fora de época e à redução de preços para quem compra a muitos meses de distância do programado descanso.

Um orçamento e um bom planeamento das suas férias tornam o seu regresso ao trabalho e à sua rotina menos penoso e com uma situação financeira mais controlada. No orçamento elaborado pode até incluir uma área de reposição do seu nível de poupanças anterior às férias. Por exemplo, se gastou 1000 euros nas suas férias, calcule quantos meses e qual o montante em poupança mensal que o levará a repôr a fatia do seu património consumida em férias.

Poupe e desfrute

Uma das melhores formas de poupar é fazer férias dentro de Portugal, se possível na sua região. Aproveite esses períodos de descanso e dê um passeio pelo seu distrito, certamente vai encontrar locais que não conhecia e que o vão deslumbrar. Contudo, se acha que conhece o seu distrito, visite regiões vizinhas. Monumentos, praias oceânicas e fluviais ou aldeias históricas deverão fazer parte do seu roteiro turístico. Assim, estará a aproveitar para fazer férias mais económicas e a estimular o comércio local e a economia nacional. Em todas as situações, poupe na alimentação levando lanches previamente preparados e fazendo um piquenique nos parques de refeições disponíveis.

Se preferir passar as suas férias longe da sua casa, saiba que também pode poupar, tanto no alojamento como na alimentação. Se evitar alojamentos de luxo ou de conforto superior, irá certamente poupar bastante dinheiro, acomodando-se em hotéis de 3 estrelas que podem cumprir as suas necessidades e ajustar-se ao seu desejo de poupança. Lembre-se também das pousadas e das ofertas de turismo rural existentes em Portugal. Muitos destes alojamentos são em lugares de sonho, com uma comodidade fantástica para passar uns dias de descanso absoluto com a sua família, além de apresentam actividades de aventura para si e para os seus filhos, como montar a cavalo, piscina e passeios pedestres pela montanha.

Em relação à alimentação, poderá conseguir poupar bastante, se optar pelo alojamento com pensão completa, já que na maioria dos casos de férias em zonas de grande procura turística, as refeições em restaurantes saem mais caras.