Conheça as vantagens e desvantagens do Franchising

Se está a pensar em lançar uma empresa em regime de 'franchising' conheça os prós e os contras deste modelo de negócio.

Franchising artigoMuitos portugueses sonham em abrir um negócio próprio, criar os seus horários e métodos de trabalho. No entanto, o medo do desconhecido é, muitas vezes, um fator inibidor que pode travar o ímpeto empreendedor. Nestes casos, para muitos empreendedores a solução mais segura passa pela aposta no lançamento de um negócio franchisado. Desta forma, os empresários associam-se a uma marca já consolidada no mercado. No entanto, este modelo de negócio não está isento de desvantagens. Antes de dar o primeiro passo no ‘franchising’, vale a pena pensar nas vantagens e nos contras do modelo. Conheça-os.

 

Vantagens

1. Iniciar um negócio com a credibilidade de um nome já conhecido no mercado

Se optar por criar um negócio de raiz terá de conquistar clientes e fazer um enorme trabalho para dar a conhecer o nome da sua marca. Uma das grandes vantagens de adotar um negócio em regime de ‘franchising’ advém do facto de uma boa parte deste trabalho já estar feito. Ou seja, neste modelo de negócio, os empresários abrem uma empresa sob uma marca cimentada. Além disso, usufruem da vantagem competitiva dos seus produtos e serviços já terem sido testados no mercado. Leia também o artigo:  Dicionário do Franchising: 11 termos que deve conhecer.

2. Contar com o apoio da marca

A possibilidade de um ‘franchising’ obter sucesso, utilizando o sistema já formatado, é maior do que num negócio independente. É que a marca já possui uma rede própria de distribuição e implementou os seus produtos. Ao longo do todo o processo, a franchisado recebe orientação e acompanhamento da casa-mãe, que tem interesse em zelar pelo nome/marca. Leia também o artigo:  Como abrir um franchising passo-a-passo.

3. Existência de um plano de negócios

Na maioria das vezes, o pequeno empreendedor independente não dispõe de tempo, nem de conhecimentos técnicos suficientes para analisar os fatores políticos, sociais e económicos que possam afetar o seu negócio. Contar com a  experiência e competência do franchisador  é meio caminho para o empresário conseguir expandir o seu negócio, com menor risco financeiro. Leia também o artigo:  Como fazer um plano de negócios

4. Economias de escala

O facto de um negócio em regime de ‘franchising’ estar dentro de uma rede traz algumas vantagens para os empresários que conseguem desta forma ter acesso a formação continua, beneficiam do desenvolvimento de novos produtos pela casa-mãe e têm acesso a contactos e a condições comerciais mais favoráveis com os fornecedores.

 

Desvantagens

1. Pouca autonomia e flexibilidade

A autonomia de um empresário franchisado para gerir o seu negócio não é total. O modelo está formatado e o franchisado tem de seguir normas e regras definidas pela marca franchisadora, sendo que a monitorização sobre as operações do negócio é permanente. Desta forma, o poder de decisão de um empresário que abra um negócio em regime de ‘franchising’ fica diminuído, sobretudo, no que diz respeito ao leque de produtos que pode disponibilizar e dos preços que pode praticar.

2. Há custos adicionais que têm de ser contabilizados

Ao abrir um negócio sob o modelo de ‘franchising’ está sujeito a custos que não teria caso lançasse uma empresa de raiz. É importante lembrar que, para se associar a uma marca franchisada, o empresário terá de pagar os direitos de entrada na rede, os ‘royalities’ ( uma mensalidade pelo uso contínuo da marca) e ainda a taxa de publicidade. Por isso mesmo, antes de tomar uma decisão deve analisar muito bem a que custos adicionais ficará submetido. Leia também o artigo:   Quanto custa abrir um franchising?

3. Mau desempenho de outros franchisados pode prejudicar o seu negócio

O facto de o modelo de ‘franchising’ permitir ao empresário utilizar uma marca já implementada no mercado tem um lado menos positivo, no caso de existirem outros franchisados da mesma marca com mau desempenho. Isto porque os maus resultados de alguns franchisados podem prejudicar a imagem da marca como um todo. Leia também o artigo: Tudo o que deve saber sobre o Franchising

 

Leia também os seguintes artigos:

– Como evitar erros na criação de empresas

– Cinco exercícios práticos para jovens empreendedores

– Como o Mick Jagger pode ajudá-lo a gerir melhor a sua empresa

– Como criar uma empresa em 10 passos

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB
PUB
PUB