Saiba o que mais motiva os trabalhadores

Os trabalhadores da sua empresa são felizes no trabalho? Saiba o que precisam para serem mais felizes e motivados.

felizesartigoEstudos internacionais, realizados pela Harvard Business Review (HBR) e Gallup, mostram que os profissionais mais felizes são mais produtivos e faltam em média menos 15 dias do que os seus colegas. O estudo da HBR sublinha ainda que as empresas mais felizes geram entre 30% a 40% de negócio adicional. Ou seja, no que diz respeito à felicidade, ganham os funcionários e as empresas.

O princípio de que ter colaboradores motivados é “um bom negócio” para as empresas ficou comprovado com a recente divulgação dos resultados do projeto “Happiness Works”. O estudo resulta de uma parceria entre a “Happiness Works”, a Horton International, universidades em Portugal e Espanha, a revista Exame e a APG. O questionário, de 80 perguntas, foi respondido por 174 profissionais.

Numa escala de 1 a 5, os participantes tinham que avaliar o seu bem-estar dentro da organização – com o objectivo de saber o nível de felicidade na função que desempenham dentro da empresa.

 

Somos profissionais quase felizes

Os trabalhadores portugueses têm uma felicidade organizacional de 3,6 numa escala de 5 pontos. Ou seja, os profissionais portugueses estão “quase felizes”. Com base nos dados anteriores, verifica-se uma evolução positiva no nível de felicidade dentro das empresas.

Estes dados podem ser muito úteis para as empresas portuguesas. Segundo Georg Dutschke, professor e investigador da Universidade Autónoma e um dos responsáveis pelo estudo “Happiness Works”, as empresas têm que olhar para a felicidade profissional como um conceito estratégico na gestão das organizações e dos recursos humanos. “Não falamos de emoções e sentimentos, mas da mudança efetiva de comportamentos, através da implementação de práticas, processos e relações hierárquicas que imprimam uma lógica de felicidade no contexto laboral”, afirma Georg Dutschke ao Saldo Positivo.

 

Boa renumeração não é tudo

Desengane-se quem pensa que a felicidade no trabalho está dependente de uma boa remuneração. Ao Saldo Positivo, Georg Dutschke, mostrou-se categórico sobre este tema: “90% dos profissionais portugueses afirma que não é o dinheiro que traz felicidade no trabalho”. O equilíbrio entre a profissão e a vida pessoal, o reconhecimento e confiança ou um bom ambiente interno revelaram-se fatores mais importantes do que, por exemplo, o valor da renumeração, avança o estudo. “A progressão na carreira e o esquema de organização são mais apreciados pelos colaboradores”, acrescenta o professor Georg.

 

Setor da construção é o mais satisfeito

Analisando os resultados do estudo por áreas de atividade, há alguns dados que surpreendem. Georg Dutschke mostrou-se admirado pelo facto de se terem verificado níveis mais elevados de felicidade no setor da construção. “O setor da construção e imobiliário é um dos mais felizes, apesar da crise que ultrapassou e ainda vive”, afirma o professor. O responsável aponta, no entanto, para dois fatores que podem ajudar a explicar estes resultados: “Primeiro pela forma como são geridas as empresas de imobiliário. Por outro, é um setor muito afetado pela crise. As pessoas ficam felizes só por terem emprego”, acrescenta o responsável.

Além da satisfação no trabalho, o estudo apresentou as 10 empresas mais felizes para trabalhar. A empresa de soluções para o setor da construção, Hilti; a construtora Conduril e os restaurantes McDonald´s ficaram no top 3.

 

 

 Números a reter

– Profissionais felizes faltam menos 74% e têm uma performance superior em 16%

– Se todos os colaboradores fossem felizes, o número de faltas ao trabalho iria reduzir e o PIB nacional seria superior em 0,2% (+ 343,5 milhões de euros)

– Construção e imobiliário, indústria, comércio e retalho são os setores de atividade em Portugal onde os colaboradores estão mais felizes.

 

Leia também:

– O dinheiro traz ou não felicidade?

– Como ser um líder feliz?

– Casais felizes conversam sobre dinheiro?

– Torne a empresa mais feliz

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB
PUB
PUB