Seis ferramentas para recrutar talentos no Linkedin

Está à procura da pessoa certa para aquela vaga na sua empresa? Conheça algumas ferramentas para encontrá-la no Linkedin.

recrutar no LinkedinTodos os dias, milhões de pessoas ligam-se ao Linkedin para se conectarem com pessoas da sua área de trabalho, expandir a sua rede de contactos, descobrir novas oportunidades e obter informações. Só em Portugal, existem cerca de 1,7 milhões de perfis nesta rede social.

Para as empresas à procura de talentos, é uma oportunidade única para se cruzar com  potenciais colaboradores. A versão gratuita do LinkedIn permite pesquisar por trabalhadores qualificados, mas para quem está ativamente à procura dos melhores talentos do mercado, é insuficiente. Na versão Premium, existe uma ferramenta, com diferentes formas e que facilita o trabalho de recrutamento, o Talent Solutions – a área do Linkedin que engloba as diferentes soluções de recrutamento disponíveis. Refira-se que estes serviços não são gratuitos, mas dão-lhe sempre a possibilidade de experimentar, durante um mês, a versão gratuita. Depois, consoante as opções escolhidas, será informado do preço a pagar.

 

Seis ferramentas para recrutar no Linkedin

1. Procurar talento com Linkedin Recruiter

É a solução mais completa do Linkedin Talent Solutions para procurar os melhores talentos. Permite o acesso ilimitado a nomes e perfis completos de potenciais candidatos que não estão incluídos na versão gratuita. Poderá filtrar as pesquisas por área de pesquisa, educação, anos de experiência ou cargo, o que permite encontrar o candidato perfeito para a posição que procura. Este serviço também possibilita contacto direto com os candidatos, através da função InMail (enviar mensagens diretamente a outro utilizador do Linkedin com o qual não esteja conectado), assim como receber alertas de candidatos compatíveis com a posição.

 

2. Recruiter Lite uma versão mais light

É uma solução mais simples do “Linkedin Recruiter”, para recrutadores individuais ou gestores de pequenas empresas. Não tem acesso ilimitado aos perfis disponíveis no Linkedin mas, permite fazer pesquisas por candidatos, utilizando até 15 filtros ‘premium’, visualizar perfis dos seus contactos – até ao 3º grau, e possibilidade de enviar mensagens até 30 pessoas por mês.

 

Recruiter Lite vs Linkedin Recruiter

O ‘Recruiter Lite’ permite pesquisar, filtrar e entrar em contato com utilizadores que podem ser bons candidatos para a sua vaga e possibilita o uso do InMail. Já o Linkedin Recruiter proporciona acesso a toda a rede e é desenvolvido para empresas que têm um departamento de recrutamento e processos de seleção intensos.

 

3. Colocar anúncios de vagas

Além destas duas hipóteses, o Linkedin permite que coloque anúncios para comunicar os cargos disponíveis na sua empresa. De certa forma, esta ferramenta fará o trabalho por si, uma vez que irá mostrar o seu anúncio a possíveis candidatos, com habilitações compatíveis com o cargo, mesmo que estes não estejam ativamente à procura de emprego. Ao publicar ofertas de trabalho no Linkedin, também é possível medir o impacto dos anúncios, o que ajuda a perceber que tipo de candidatos o anúncio está a alcançar, como a função que exercem, empresa onde trabalham, localização e outros.

 

4. Programa de recrutamento Jobs Slots

Através das Career Pages poderá adquirir o serviço “Job Slots”, um programa de recrutamento personalizado, indicado para companhias que contratam com alguma frequência. Ao colocar um anúncio de uma vaga através do “Job slots”, a ferramenta irá recomendar a vaga aos candidatos com as competências e conhecimentos necessários, ao mesmo tempo que recomenda à empresa até 50 candidatos cujos perfis correspondam ao pedido. Uma vez que os anúncios também são integrados na “Career Page” da empresa, é possível partilhar a história da sua empresa, mostrar o que fazem e que funcionários empregam, por forma a atrair os melhores talentos.

 

5. Fazer um anúncio personalizado

Muitos empregadores desconhecem esta possibilidade, porém a ferramenta “work with us ads” permite criar anúncios que vão para a secção “Jobs”, mas também irão aparecer a potenciais candidatos sempre que estejam a pesquisar ou a conectar-se com algum dos seus funcionários. Esta é uma forma eficaz de alcançar candidatos passivos, que não estão ativamente à procura de emprego, mas estão abertos à mudança. Além disso, também permite levar tráfego para a sua página de emprego (“jobs”), career page e para o ‘site’ da sua empresa.

 

6. Torne-se viral com a função Publishing

Se já possui uma rede de contactos alargada, uma das funções do LinkedIn de que deve tirar partido é o Publishing. Esta ferramenta foi criada com o intuito de publicação de conteúdo criado pelos utilizadores desta rede social. Faça uma pequena introdução, com a missão da empresa, que resultados pretendem alcançar e quais as vantagens em lá trabalhar. Seguidamente apresente a vaga que pretende ver preenchida. Além de ser um anúncio de emprego original, de certeza que vai conseguir encontrar rapidamente a pessoa certa para o lugar.

 

Três formas gratuitas para chamar à atenção

1. Ter uma página atualizada. Utilizar o Linkedin para recrutar talento não se trata apenas de colocar anúncios de emprego. Existem outras formas para chamar à atenção de trabalhadores que gostaria de atrair para a sua empresa. A melhor maneira é dinamizar a página de perfil da empresa. Esta página deve conter informações sobre a missão, produtos e serviços.

2. Divulgar conteúdo. Quanto mais interessante e completa for a informação de perfil da sua empresa, mais facilmente conseguirá angariar seguidores, nomeadamente profissionais que poderão vir a integrar a sua equipa. Ao manter o perfil da empresa atualizado, com conteúdos e novidades, sempre que colocar alguma informação, como um anúncio de emprego, todos os seus seguidores – incluindo potenciais empregados – irão ver as suas atualizações.

3. Participar em grupos. A presença da sua empresa no Linkedin também deve passar pela participação em grupos ligados à área da empresa. É gratuito e permite encontrar talentos de forma gratuita. Como? Basta fazer um ‘post’ no grupo, com as características da posição que procura

 

Leia também:

Que profissionais contratar para ajudar uma startup a crescer?

Romance na empresa: Como gerir a relação entre colaboradores?

Conheça os novos apoios à contratação de desempregados

Como contratar um colaborador estrangeiro?

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB
PUB
PUB