Especial Mês do IRS: Esclarecimento de uma dúvida por dia

Durante o mês abril, o Saldo Positivo vai ajudar a esclarecer uma dúvida por dia sobre o preenchimento do IRS.

dicaartigo

Especial Mês do IRS: Uma dúvida por dia

A época oficial de entrega das declarações de IRS, relativas aos rendimentos de 2013, já começou no mês de março. No entanto é a partir de hoje que a grande maioria dos portugueses vai efetivamente começar a preencher e a entregar as suas declarações. Isto porque abril marca o início das entregas das declarações pela internet para os trabalhadores por conta de outrem (Categoria A) e pensionistas (Categoria H). Este é também o mês em que os contribuintes que fazem a entrega do IRS em papel e têm outros rendimentos além dos previstos na categoria A e H de preencherem a sua declaração. Neste caso estão incluídos os contribuintes que têm rendimentos prediais ou de capitais e ainda aqueles que são trabalhadores independentes.

Para ajudar os contribuintes nesta fase, o Saldo Positivo vai dar conhecer todos os dias úteis ao longo do mês de abril o esclarecimento de dúvidas comuns sobre o preenchimento da declaração de IRS. Partilhe connosco as suas questões sobre este tema através do e-mail saldopositivo@plotcontent.com. A equipa do Saldo Positivo vai fazer uma seleção das questões mais frequentes e tentar respondê-las no site.

 

Conheça então as dúvidas e os esclarecimentos sobre o IRS

Dia 1: Durante quanto tempo tenho de guardar a documentação de IRS?

Dia 2: Como posso doar uma parcela do meu imposto?

Dia 3: O que tenho de fazer para começar a entregar o IRS pela internet?

Dia 4: O que acontece se me atrasar com a declaração?

Dia 5: União de facto: IRS em conjunto ou em separado?

Dia 6: Estou desempregado. Tenho de preencher o IRS? 

Dica 7: Como incluir o benefício fiscal do IVA na declaração do IRS?

Dica 8: Que despesas posso deduzir na declaração de IRS?

Dica 9: Passei um recibo de ato isolado. Quando entrego o IRS? 

Dica 10: Rescindi com a empresa por mútuo acordo. Onde ponho a indemnização?

Dica 11: Englobar os rendimentos é vantajoso? 

Dica 12: Devo declarar a pensão de alimentos paga aos meus filhos?

Dica 13: Senhorios: Como declarar as rendas recebidas no IRS?

Dica 14: Sou pensionista. Como devo declarar a CES no IRS?

Dica 15: Cometi um erro ao preencher o IRS. O que devo fazer?

Dica 17: O meu filho estuda e trabalha. Declaro-o como dependente no meu IRS?

Dica 18: Como devo declarar as mais-valias das ações?

Dica 19: Sou trabalhador independente. Como serei tributado?

Dica 20: Emigrei em 2013. Tenho de preencher o IRS em Portugal?  

 

23 respostas a “Especial Mês do IRS: Esclarecimento de uma dúvida por dia”

  1. José Carlos silva

    Boa tarde

    Gostaria que me esclarecessem, se possível, como devo fazer para colocar no irs as rendas que recebo de um apartamento que tenho alugado?
    Sou um trabalhador por conta de outrem e pelo que percebi existem duas formas de fazer o irs e reportar o rendimento obtido.

    Podem esclarecer e dizer qual a melhor forma para reportar este rendimento?

    Obrigado

    Responder
  2. Maria Cabral

    No caso de rescisão por mútuo acordo na FP, em que campo se inscreve a compensão recebida?
    Obrigada

    Responder
  3. Cristiana Costa

    A minha morada fiscal é ainda em casa dos meus pais, mas vivo numa casa arrendada há um ano, em que pago 500€ por mês, e tenho os recibos relativos a essa casa passados em meu nome. É possível deduzir esse valor no meu IRS? Eu faço o meu IRS individualmente. Obrigada

    Responder
    • Saldo Positivo

      Boa tarde Sra. Cristiana,
      As regras ditam que a sua morada fiscal deverá coincidir com a sua morada de residência. Como tal, para poder deduzir as rendas pagas deverá proceder à alteração da sua morada fiscal.
      Ainda assim, sabemos que em algumas situações (Ex: quando as pessoas são obrigadas por motivos profissionais a deslocarem-se da sua residência habitual para outros locais do país) o Fisco pode aceitar a dedução das rendas pagas mesmo que estas relativas a uma casa que não corresponda à morada fiscal do contribuinte. Por isso mesmo, aconselhamos que se informe directamente junto da repartição das Finanças da sua área de residência para esclarecer como deve proceder em relação às rendas pagas em 2013.
      Atenciosamente,
      A Equipa Editorial do Saldo Positivo

      Responder
  4. Joana

    Bom dia,

    A minha questão é exactamente a mesma de Cristiana Costa no entanto o valor de renda é mais baixo.
    Aguardo esclarecimento. Obrigada

    Responder
  5. Assunção Gonçalves

    Faço a mesma pergunta que o Sr. José Carlos Silva
    “Gostaria que me esclarecessem, se possível, como devo fazer para colocar no irs as rendas que recebo de um apartamento que tenho alugado?
    Sou um trabalhador por conta de outrem e pelo que percebi existem duas formas de fazer o irs e reportar o rendimento obtido”
    Obrigado

    Podem esclarecer e dizer qual a melhor forma para reportar este rendimento?

    Responder
  6. vitor

    ola,

    durante o ano de 2013, passei uum ato isolado. Tenho de declarar IRS no anexo B? se for este o caso, terei de esperar para Maio para entregar a minha declaração por internet?

    Responder
  7. A. Ferreira

    Estive desempregada durante o ano de 2013, tenho de entregar IRS?

    Responder
  8. Rita Vicente

    Bom dia. No caso de se ter feito 1 único ato isolado, ter feito retenção na fonte, e no mesmo ano ter-se despedido e voltado a estudar, tendo tido gastos escolares no valor de mais de 9.000,00€, qual o prazo de entrega do IRS ? Obrigada !

    Responder
  9. S. Gonçalves

    Divorciei-me em 2013 e esta é a 1ª. vez que faço o IRS sozinha. Tenho de declarar a pensão de alimentos que o pai paga aos meus filhos? E uma vez que temos guarda partilhada as despesas deles devem ser a dividir por dois? Agradeço o esclarecimentos que me possam dar.

    Responder
  10. Maria José Pires

    Durante o ano 2013, a nossa morada foi nos Açores.
    A partir de fevereiro de 2014, voltamos para o Continente e alteramos a nossa morada.
    Ao entregra o IRS (pela Internet), o sistema não aceita, que a nossa morada seja Açores, o que nos prejudica muito, dados que os Impostos lá são diferentes.
    Como posso ultrapassar esta situação. Obviamente que o sistema tem uma falha!!!

    Responder
  11. Eduardo Piedade Correia

    Gostaria que me informassem se posso deduzir,a contribuição extraordinária de solidariedade.(CES).Obrigado

    Responder
    • Saldo Positivo

      Boa tarde Sr. Eduardo,
      Sim, poderá deduzir a CES no seu IRS, mas apenas os pensionistas com pensões (brutas) acima dos 2.330 euros é que vão poder sentir um alívio da fatura fiscal por via da dedução da CES. Para saber como poderá declarar a CES leia este artigo do Saldo Positivo: http://saldopositivo.cgd.pt/dica-14-sou-pensionista-como-devo-declarar-ces
      Atenciosamente,
      A Equipa Editorial do Saldo Positivo

      Responder
  12. Maria do Carmo

    Boa noite.
    Em 2013 o meu filho, dependente, recebeu um subsidio de estagio de Verao da Caixa Geral de Depositos. Devo declarar este rendimento e, se sim, em que campo da declaração? Obrigado

    Responder
    • Saldo Positivo

      Boa tarde Sra. Maria do Carmo,
      Tudo depende das condições mencionadas no contrato de estágio. Por exemplo, se for considerado um estágio de formação não tem de declará-lo.
      Por isso mesmo, aconselhamos que leia atentamente as condições do contrato de estágio, porque este documento específica se o rendimento está ou não sujeito a tributação.
      Atenciosamente,
      A Equipa Editorial do Saldo Positivo

      Responder
  13. Sofia

    Bom dia,
    Eu e os meus irmãos (2) pagamos a despesa com do Lar da minha mãe (a qual é também comparticipada em 200 € dado que a pensão do ascendente é apenas cerca de 250 €).
    Podemos apresentar esta despesa ?
    Se sim, como devemos declarar esta despesa dado que temos IRS separados?
    O ascendente precisa de estar no agregado familiar de um algum filho? Ou o ascendente pode estar sozinho em termos de agregado familiar- IRS ?
    Obrigada,

    Responder
    • Saldo Positivo

      Boa tarde Sofia,
      Sim, a Sofia e os seus irmãos poderão deduzir esta despesa. Para tal, será necessário que a Sofia e os seus irmãos tenham os recibos que comprovem a parte que cada um de vós suportou em despesas com o lar. Ou então, podem tentar solicitar junto do Lar uma declaração que discrimine os valores suportados por si e por cada um dos seus irmãos.
      Depois, cada um de vós deverá declarar os montantes suportados no Anexo H, no quadro 7 e identificar estas despesas com o código 737.
      Atenciosamente,
      A Equipa Editorial do Saldo Positivo

      Responder
  14. Sofia

    Boa tarde,
    Na sentença do tribunal ficou decidido que o pai pagava a pensão de alimentos, mais metade da escola e que o menor vivia com a mãe.
    Como devo fazer o meu IRS?
    Coloco só o valor recebido de pensão de alimentos ?
    E nas despesas de Educação coloco metade o valor da escola (valor pago por mim ) ?
    E o Pai coloca em temos de pensão de alimentos despesa paga. E nas despesas de educação coloca metade do valor da escola (parte paga pelo pai) ?

    Ou devo colocar a totalidade que recebi (pensão de alimentos + metade do valor da escola)? E apresento eu a totalidade da despesa da escola ?
    Obrigada,

    Responder
  15. Ana Correia

    Boa Tarde,
    Tenho uma questão. A entidade patronal entrou em insolvência em Junho de 2013. Não me enviou para a morada a declaração de IRS e no portal das finanças também não esta qualquer pre preenchimento por parte desta entidade, apenas da actual. Como devo proceder? Já não existe qualquer tipo de contacto com a entidade insolvente. Obrigada

    Responder
    • Saldo Positivo

      Boa tarde Ana,
      Para preencher o IRS, e tendo em conta a situação que descreveu, é indispensável que tenha consigo os recibos de vencimento efetivamente recebidos em 2013. E, se possível, ter uma prova de pagamento dos mesmos. É com estes dados que preencherá a declaração. É possível que seja chamada para justificar os valores da declaração, que só conseguirá provar se tiver estes documentos consigo.
      Atenciosamente,
      A Equipa Editorial do Saldo Positivo

      Responder

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

  • FERRAMENTAS

    PUB
    PUB