Evite estes sete erros no IRS

Pagar mais imposto, receber reembolso inferior ou pagar coima. Estas podem ser as consequências de preencher a declaração de IRS com erros.

erro1

Evite estes sete erros no IRS

Com a passagem do IRS do papel para a internet – método que já é adotado por milhões de portugueses – a probabilidade de cometer erros desce, uma vez que o programa informático deteta automaticamente alguns erros. Ainda assim, existem alguns enganos no preenchimento da declaração que não são detetados e que podem significar que pague mais imposto, receba menos de reembolso ou, num cenário pior, seja sujeito a uma coima, caso haja uma inspeção fiscal. Assim sendo, deverá ter atenção redobrada quando está a preencher a declaração de IRS. Conheça alguns dos erros mais cometidos no preenchimento da declaração de IRS e saiba como evitá-los.

 

1. Não conferir os rendimentos

Quem entrega a declaração de IRS através do Portal das Finanças tem o trabalho facilitado, uma vez que alguns campos da declaração estão pré-preenchidos. No entanto, é importante conferir se os dados estão corretos e corrigi-los se necessário. Isto é especialmente válido para quem tem rendimentos de várias naturezas, nomeadamente, se fez um ato único, teve rendimentos de trabalho dependente e independente ou prediais.

 

2. Colocar despesas que não são dedutíveis

Na hora de colocar as despesas que teve no ano passado, muitas pessoas optam por colocar todas as faturas que juntaram ao longo do ano. No entanto, nem todas as despesas são aceites em termos fiscais. Por exemplo, no que diz respeito às despesas com saúde, só pode deduzir à coleta 10% das despesas isentas de IVA ou sujeitas à taxa de 6%. Acima desta taxa, só as que tiverem receita do médico é que serão aceites pela Autoridade Tributária, mas têm um limite máximo de 65 euros. No entanto, segundo uma especialista consultada pelo Saldo Positivo: “Colocar muitas despesas poderá chamar à atenção do Fisco, o que significa que pode ser alvo de uma investigação fiscal”.

 

3. Enganar-se no campo a preencher

Preencher a declaração de IRS pode ser algo complexo. Por isso, o ideal é que antes de começar leia o verso dos anexos, onde está descrito tudo o que é para colocar (despesas ou rendimentos), em que campos devem estar inseridos e os respetivos códigos. Colocar as despesas nos campos errados pode penalizar o contribuinte, principalmente se se tratar de despesas a deduzir. Utilizando mais uma vez o exemplo da saúde, se colocar despesas isentas ou taxadas a 6% no campo das despesas de 23%, será penalizado. Não irá pagar uma multa, mas irá receber menos dinheiro.

 

4. Ignorar algumas despesas

Muitas pessoas não sabem que podem colocar na declaração de IRS despesas como os juros do crédito à habitação ou a renda da casa. Existem muitas despesas que podem ser deduzidas no IRS, mas que são ignoradas. Por exemplo: se, por motivos de saúde, necessita de ter uma alimentação especial, poderá deduzir as despesas de supermercado com esses alimentos; ou se o seu filho necessita de praticar desporto por motivos de saúde (asma, por exemplo) também pode deduzir essas despesas em sede de IRS. No entanto, para estas despesas serem válidas, é sempre necessário que sejam acompanhadas por uma declaração do médico.

 

5. Ignorar os prazos

O mês de abril está a acabar e termina também o prazo para quem tem rendimentos dependentes e entrega o IRS pela Internet, ou que tem outro tipo de rendimentos e entrega na repartição das finanças. Por isso, se ainda não preencheu a declaração de IRS, deverá fazê-lo rapidamente. Falhar os prazos de entrega pode ser altamente penalizador para o contribuinte, uma vez que ficará sujeito a uma coima que pode ser, no mínimo, 25 euros e, no máximo 3.750 euros.

 

6. Não colocar deficiências

Caso lhe tenha sido diagnosticada alguma deficiência igual ou superior a 60%, isso deverá ficar registado na declaração de IRS, uma vez que terá direito a um tratamento fiscal diferenciado. Por exemplo, a dedução específica de uma pessoa com deficiência é de 1.900 euros, sendo que o contribuinte ainda pode deduzir 30% da totalidade das despesas com educação e reabilitação, assim como 25% dos prémios de seguros de vida.

 

7. Não rever a declaração de IRS depois de entregue

Caso se esqueça de referir algum valor ou se inserir um dado errado, pode estar sujeito a uma multa pesada. Por isso, é muito importante que reveja a declaração de IRS, mesmo depois de já a ter submetido. Se o fizer antes de terminar o prazo de entrega, e corrigir um erro, não terá qualquer tipo de penalização, por isso, convém verificar se está tudo bem.

 

Especial Mês do IRS

– Vou preencher o IRS pela primeira vez. O que tenho de saber?

– Como pedir a senha de acesso ao Portal das Finanças

– Conheça todas as despesas que podem (ou não entrar) no IRS

– IRS: Tributação autónoma ou englobamento?

– É trabalhador independente? Saiba como preencher o IRS

– Como preencher o IRS de um familiar falecido

– Quem está dispensado de entregar o IRS

– Divórcio: Como declarar a pensão de alimentos 

– Tudo o que os senhorios podem deduzir neste IRS 

– Como declarar pensões de velhice no IRS

– Glossário do IRS: Descodifique os termos da declaração

– Pessoas com deficiência e IRS: Quais os benefícios?

– Saiba se a sua autarquia lhe oferece um desconto no IRS

– Uniões de facto:entregar em conjunto ou separado?

– IRS: Quais os investimentos que têm de ser declarados?

– Como pagar o IRS em prestações

– O que acontece em caso de atraso na entrega do IRS

– Como declarar as mais-valias da venda de uma casa

– Tem vários rendimentos? Conheça os anexos do IRS

– Tenho dívidas ao Fisco. O que acontece?

 

Leia também outros artigos recentes sobre IRS

– Cinco formas de entregar o seu IRS

– O que muda em 2015 no IRS de quem vai emigrar

– Senhorios e o IRS: Saiba tudo o que vai mudar

– Quero doar uma parte do meu IRS. Como posso fazê-lo?

– Como preencher a declaração de IRS em 30 minutos

– O que fazer para que todas as faturas entrem no seu IRS

– Já sabe quando tem de entregar o seu IRS?

– Saiba o que fazer para pagar menos IRS

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB