Garantia Jovem: Conheça o plano para jovens sem trabalho

O programa "Impulso Jovem" sofreu algumas alterações e faz agora parte de um programa mais abrangente: a Garantia Jovem. Saiba como funciona.

garantia jovem

Apesar da descida do desemprego e do aumento da população empregada, os dados estatísticos referentes aos jovens sem emprego continuam a preocupar. Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), relativos ao último trimestre de 2013, a taxa de desemprego entre pessoas com idade compreendida entre os 15 e os 24 anos manteve-se nos 35,7% – uma descida pouco significativa face ao trimestre anterior, altura em que o valor era de 36%. A situação é preocupante para a camada mais jovem da população mas este não é um problema exclusivo de Portugal: muitos países da União Europeia enfrentam o mesmo dilema.

Por isso mesmo, e tendo em conta os incentivos e a estratégia da Comissão Europeia para combater o desemprego jovem, foi formalizada no final do ano passado a criação de um plano que visa a criação de emprego e que combata a marginalização e a exclusão de jovens desempregados em Portugal. Além destas medidas aprovadas em Conselho de Ministros, espera-se que existam ainda outras que irão beneficiar os jovens na procura de emprego. Assim, o programa “Impulso Jovem” que até novembro de 2013 beneficiou cerca de 90 mil jovens, sofreu algumas modificações passando agora a fazer parte de um plano nacional de implementação de uma garantia para a juventude também conhecido como Garantia Jovem. Saiba como vai funcionar este programa.

 

1. O que é a Garantia Jovem?

A Garantia Jovem é uma resposta à elevada taxa de desemprego jovem presente em Portugal, mas não é uma garantia de emprego. É dirigido aos jovens que estejam sem emprego e tenham saído do sistema educativo. O objetivo é que num prazo máximo de quatro meses estes jovens possam ser alvo de uma proposta de trabalho, ou possam fazer uma continuação de estudos e da sua formação profissional ou tenham ainda a possibilidade de realizarem um estágio profissional.

A implementação deste programa será feita através da rápida identificação e ativação dos jovens que se inscrevam no site da Garantia Jovem, com trabalho em rede por um conjunto de parceiros a nível local e através de uma oferta de respostas ajustadas às necessidades.

 

2. Qual o objetivo da Garantia Jovem?

O objetivo é fornecer aos jovens a possibilidade de apostarem na sua qualificação e de estarem em contacto com o mercado de trabalho, reduzindo desta forma o desemprego jovem.

 

3. A quem se destina?

Este programa destina-se a pessoas com idade compreendida entre os 18 até 29 anos de idade (inclusive) e que não estejam a trabalhar, a estudar, em formação ou em estágio. Além disso, não é necessário que os jovens estejam inscritos nos centros de emprego do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), pois podem registar o seu pedido de contacto no portal da Garantia Jovem e podem ainda dirigir-se a uma entidade parceira deste programa que assegure uma resposta. Contudo, para cada medida em que se queira inserir podem existir condições específicas.

Saiba quais são as áreas de atuação da Garantia Jovem na página seguinte

Continue a ler o artigo nas páginas seguintes: 1 2 | Ver artigo Completo

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB