A sua pensão “encolheu” em janeiro? Descubra porquê.

O Governo anunciou um aumento, mas, em janeiro, muitas reformas estão mais pequenas. Conheça a razão.

Publicado em: Particulares Reforma

ref_duo2

 A sua pensão “encolheu” em janeiro? Descubra porquê.

Já em janeiro todas as pensões até aos 842,64 euros (duas vezes o valor do IAS) serão atualizadas em função da inflação (0,5%), na sequência da entrada em vigor do Orçamento do Estado para 2017. Segundo dados do ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, este aumento irá abranger 86% do universo das pensões, mas não fique surpreendido se tiver recebido um valor inferior ao do mês passado. A “culpa” é dos duodécimos.

Se recebe uma pensão deverá ter ficado admirado ao ver que, ao contrário do esperado, o valor que caiu na sua conta bancária em janeiro, foi inferior ao que auferiu em dezembro de 2016. Isto acontece porque, ao mesmo tempo que estas pensões foram atualizadas, também entrou em vigor o novo regime de pagamento do subsídio de Natal.

Recorde-se desde 2013 até ao ano passado, o subsídio de Natal dos pensionistas era integralmente pago em duodécimos (1/12 em cada mês). A partir de 2017, as regras são diferentes: metade do subsídio de Natal será pago em duodécimos, enquanto os restantes 50% serão pagos no final do ano. Desta forma, os “pensionistas receberão menos mensalmente, mas terão recebido mais no final do ano”, explicou o Executivo em comunicado, publicado no Portal do Governo. Leia o artigo: É pensionista? Saiba se receberá um aumento na sua pensão em 2017

Para ajudar a compreender esta situação, o ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social disponibilizou alguns exemplos. Assim:

 

Exemplo 1: Pensionista que recebeu uma pensão de 500 euros, em dezembro de 2016

 

 Pensão baseDuodécimosValor mensal
Total anual
Dezembro de 2016461,54 €

38,46 €500,00 €

6.461,56 €

Janeiro de 2017

463,85 € *19,33 € **483,18 €

6.493,90 €

Legenda:
* Já inclui a atualização de 0,5%;
** Os restantes 50% dos duodécimos serão pagos em novembro;

Ou seja, apesar de receber um valor inferior por mês, em termos anuais irá receber um valor superior. Na prática, em 2017 receberá mais 32,34 euros do que em 2016 (excluindo a atualização extraordinária que irá acontecer em agosto, para algumas pensões).

 

Exemplo 2: Pensionista que recebeu uma pensão de 800 euros, em dezembro de 2016 

 Pensão baseDuodécimosValor mensalTotal anual
Dezembro de 2016738,46 €61,54 €800,00 €10.338,44 €
Janeiro de 2017742,16 € *30,92 € **773,08 €10.390,24 €

Legenda:
* Já inclui a atualização de 0,5%M;
** Os restantes 50% dos duodécimos serão pagos em novembro;

O mesmo acontece neste exemplo: apesar de receber menos por mês, no final de 2017 terá recebido mais 51,80 euros do que em 2016.

Refira-se ainda que esta reposição do pagamento de 50% do subsídio de Natal em duodécimos – e o remanescente no final do ano – é uma fase intermédia, “a caminho da reposição da normalidade”, pode ler-se no documento. O objetivo é que, no futuro, este subsídio seja pago integralmente na altura devida.

 

Leia também:

Reforma bonificada: Quanto poderá receber a mais de pensão?

OE 2017: Quatro boas notícias para os pensionistas

Reforma: Quatro erros financeiros mais comuns

 

 

 

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB