Que documentos são necessários para abrir uma conta bancária?

Sabia que é necessário apresentar um comprovativo de morada? Conheça todos os documentos que necessita apresentar para abrir uma conta.

610x253_artigo

Que documentos são necessários para abrir uma conta bancária?

Abrir uma conta bancária não é uma tarefa complexa. Exige, porém, alguma burocracia. O Banco de Portugal estabeleceu um conjunto mínimo de elementos de identificação do titular ou respetivo representante, através do aviso nº 5/2013, assim como a apresentação de documentos oficiais para comprovar os mesmos. Descubra quem pode mexer na sua conta bancária

Quer esteja a abrir a conta bancária presencialmente ou com recurso a meios de comunicação à distância, deve apresentar os seguintes dados: nome completo, assinatura, data de nascimento, nacionalidade, número, data de validade e entidade emitente do documento de identificação, profissão e entidade patronal (quando existam), morada completa de residência permanente e, caso seja diferente, a morada da residência fiscal e naturalidade. Além dos elementos de identificação, os bancos podem pedir outros elementos que considerem importantes tendo em conta o tipo de depósito e respetiva finalidade. Leia o artigo:  Contas bancárias para cada fase da sua vida

Estes elementos de identificação são comprovados através da apresentação de documentos originais ou de cópias certificadas, como por exemplo o cartão de cidadão, bilhete de identidade e cartão de contribuinte, passaporte ou da autorização de residência em território nacional, consoante a situação. Leia o artigo: Como abrir uma conta bancária noutro país da União Europeia?

Para provar a profissão e a entidade patronal pode apresentar um recibo de pagamento ou contrato de trabalho, por exemplo. Já a morada de residência permanente ou residência fiscal pode ser comprovada mediante prova através de um dos seguintes documentos: carta de condução, declaração de rendimentos, nota de liquidação de IRS, carta-verde de seguros automóveis, título de registo de propriedade de veículos automóveis, caderneta predial, extrato de conta bancária, carta emitida por entidade pública ou privada idónea, atestado passado pela Junta de Freguesia ou conta mensal. Caso se trate de um cônjuge ou dependente, que não tenha documento comprovativo de morada em seu nome, poderá ser considerado um documento complementar que comprove a relação (certidão de casamento, certidão/cédula/boletim de nascimento ou B.I.).

 

Leia também:

Como dar uma autorização de débito direto?

Consultório: Os meus investimentos estão seguros?

Em que situações posso ficar inibido de passar um cheque?

Aprenda a descodificar o talão do multibanco

Como resolver oito problemas no multibanco

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB