Reforma antecipada: o que precisa saber

Conheça os principais caminhos para a reforma antecipada, segundo a informação da Segurança Social

reforma antecipadaOs portugueses reformam-se em média com 63 anos de idade e são também dos povos que menos tempo têm para gozar do descanso de acordo com os dados da esperança de vida na Europa. Trabalhar mais para lá do tempo previsto para ter acesso à pensão de velhice dá mais poder à sua reforma, mas em alguns casos, não tem de esperar pelos 65 anos de idade para ir para casa relaxar. Conheça os principais caminhos para a reforma antecipada, segundo a informação da Segurança Social.

1. Quem tem direito?

A pensão de velhice antecipada aos trabalhadores por conta de outrem, membros de órgãos estatutários (gerentes, directores e administradores), trabalhadores independentes ou beneficiários do seguro social voluntário que cumpram um dos requisitos:

- Tenham pelo menos 55 anos de idade e uma carreira contributiva para a Segurança Social de 30 anos aos 55 anos de idade;

- Estejam numa situação de desemprego involuntário de longa duração (ver questão 6);

- Tenham uma actividade profissional desgastante ou penosa (exemplo de mineiros, bailarinos, trabalhadores da pesca e marítimos, controladores de tráfego aéreo, trabalhadores portuários e aduaneiros e bordadeiras da madeira);

- Tenham medidas de protecção específicas.

Saiba mais na próxima página: Quanto pode pedir?

Continue a ler o artigo nas páginas seguintes: 1 2 3 | Ver artigo Completo

167 respostas a “Reforma antecipada: o que precisa saber”

  1. António Graça

    Qual o tempo mínimo de desemprego involuntário, para ser considerado de longa duração?

    Responder
    • jp

      Caro António,

      Consideram-se desempregados de longa duração, os trabalhadores que se encontrem inscritos nos centros de emprego há mais de 12 meses, independentemente de terem celebrado contratos de trabalho a termo, cuja duração conjunta, seguida ou interpolada, não ultrapasse os 12 meses.

      Visite a nossa página no Facebook, conheça-nos em http://www.facebook.com/saldopositivo.

      Com os melhores cumprimentos,
      A equipa do Saldo Positivo

      Responder
  2. Manuel

    Bom dia
    Vou ficar no desemprego devido à extinção do posto de trabalha na empresa que trabalhava.
    Por infelicidade Minhã mãe faleceu recentemente e meu pai precisa de acompanhamento diário
    Agradecia que me informassem que documentos tenho que apresentar no fundo de desemprego para ficar a dar assistência ao meu pai, sem ter a obrigatoriedade de andar à procura de emprego obrigatório, tenho que ser eu a dar assistência devido a reforma de meu pai ser baixa e não dá para pagar seja a quem for para cuidar dele

    Com os melhores cumprimentos
    Manuel

    Responder
    • rm

      Caro Manuel,

      Aconselhamos que coloque essas questões à Segurança Social da sua área de residência.

      Visite a nossa página no Facebook, conheça-nos em http://www.facebook.com/saldopositivo.

      Com os melhores cumprimentos,
      A equipa do Saldo Positivo

      Responder

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB