Réveillon 2015: Sugestões para todas as carteiras

Se ainda não sabe onde vai comemorar a entrada no novo ano, fique a conhecer algumas sugestões para todas as carteiras.

réveillonSeja com a família ou com os amigos, o desejo de todos os portugueses é entrar no ano novo com o ‘pé direito’. Mas se para alguns a passagem de ano terá que ser ‘low cost’, para outros não importa o preço a pagar para entrar da melhor forma em 2015. De acordo com os dados revelados pela Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo, é esperado um crescimento entre 8% e 10% na venda de viagens relacionadas com a passagem de ano. Rio de Janeiro, Cabo Verde, Madeira e Algarve continuam a ser os destinos de eleição dos portugueses para celebrar. Conheça algumas sugestões para celebrar a chegada de 2015, para todas as carteiras.

Veja neste artigo as sugestões de réveillon low cost para 2015-2016

1. Eventos gratuitos:

Se não tem disponibilidade financeira para realizar grandes festejos, mas também não quer passar a meia-noite em casa, poderá sempre assistir aos espetáculos gratuitos que várias câmaras municipais organizam pelo País.

Lisboa

No Terreiro do Paço, poderá contar com o habitual concerto na noite de passagem de ano. Este ano a festa irá contar com os “Xutos e Pontapés” e com José Cid.

Ainda na capital mas no Parque das Nações haverá lugar a um concerto de gratuito de Richie Campbell, no Casino Lisboa.

Porto

Mais a norte, no Porto, a Avenida dos Aliados irá acolher os Clã e os Expensive Soul para receber o próximo ano.

Algarve

Rumo ao sul, em Albufeira, na Praia dos Pescadores, poderá assistir ao concerto dos D.A.M.A. e de Tiago Bettencourt e contar com o tradicional fogo-de-artifício.

Já em Lagos poderá contar com o concerto de Aurea na Praça do Infante.

 

2. Entre 20 euros até 50 euros:

Ainda para quem não quer ou não pode gastar muito dinheiro existem outras alternativas. São várias as festas organizadas em discotecas e espaços das grandes cidades que convidam todos a dar um pé-de-dança, sem que tal implique um rombo demasiado elevado no orçamento.

Por exemplo, em Lisboa, no Museu da Carris irá realizar-se a terceira edição da Passagem de Ano no Museu. O preço ronda os 25 euros e dá direito a duas bebidas. Já no Porto, o Edifício da Alfândega vai receber a festa Allfandega. O evento contará com quatro pistas de música e o preço é de 20 euros por pessoa. Já o Pacha Ofir, em Esposende, contará com uma festa de passagem de ano, com direito a sete áreas com vários estilos de música. Os bilhetes têm preços variados, mas é possível encontrar entradas por um valor a partir de 15 euros até aos 50 euros.

Tanto Lisboa como o Porto vão receber mais uma edição do ‘Le Reveillon’. Enquanto que em Lisboa o evento irá acontecer no Convento do Beato, no Porto a festa irá ocorrer na Sala do Arquivo da Alfândega do Porto. Os preços variam entre os 30 euros e os 105 euros, consoante opte pelo jantar e pela festa que se segue, ou se apenas pretender ir à festa.

Ainda em Lisboa, o Palácio Real localizado na Tapada da Ajuda irá receber o ‘The 2014 Royal Palace NYE‘. A festa além de contar com vista privilegiada sobre o Rio Tejo terá direito a fogo-de-artifício. Os bilhetes rondam entre os 40 euros e os 50 euros. Se preferir algo com um ambiente mais calmo, o Hotel Marriott em Lisboa irá organizar uma festa de final de ano aos ritmos do kizomba. O preço é de 45 euros.

 

3. Entre 50 euros até 100 euros:

Com um pouco mais de dinheiro conseguirá não só encontrar um local para dar as boas vindas a 2015 a dançar, mas também encontrar um local onde poderá degustar de uma refeição mais especial. Por exemplo, no Mosteiro de São Bento da Vitória, no Porto, irá realizar-se o ‘Porto Réveillon‘. Neste evento, os preços para o jantar, a festa e a ceia rondam os 100 euros por pessoa. Também o The Vintage House, em Lisboa irá oferecer um jantar repleto de iguarias aos convidados pelo preço de 85 euros, por pessoa.

 

4. Mais de 100 euros

Para quem deseja ter celebrar o ‘réveillon’ com um programa mais completo e mais ‘glamour’ basta consultar os sites das cadeias hoteleiras para perceber a vasta oferta que existe em termos de programas que contemplam jantar, festa, ceia. Em alguns casos, alojamento e ‘brunch’ de ano novo estão incluídos. Por exemplo, no Algarve, no Hotel Salgados Palace, o programa de ‘réveillon’ que inclui jantar de gala, um espetáculo de animação de Fernando Pereira, animação pela noite dentro, ceia e uma noite de alojamento custa cerca de 239 euros. Sendo que se quiser, pode optar pelo mesmo programa, mas sem alojamento, ou com mais noites de alojamento.

No The Yeatman, no Porto poderá contar com um menu preparado pelo Chefe Ricardo Costa, por 230 euros por pessoa. Na zona de Cascais, o Hotel Cascais Miragem irá também proporcionar aos seus convidados um jantar de comemoração de fim de ano pelo valor de 260 euros, com direito a jantar de gala, animação e ceia.

Se está à procura de uma festa com ‘glamour’, saiba ainda que no Casino Estoril, Carlos do Carmo irá cantar para os presentes no jantar de ‘réveillon’. O preço dos bilhetes é de 350 euros.

 

Aproveite a mudança de ano para estabelecer algumas resoluções financeiras

A entrada de um novo ano é a altura escolhida por muitas pessoas para tomarem resoluções na sua vida. Se costuma seguir este ritual, aqui ficam algumas resoluções de ano novo a ter em conta para garantir uma vida financeira mais saudável:

Reutilize:

Diminua o desperdício e faça o reaproveitamento de tudo aquilo que tem em casa. Isto é válido para a preparação das suas refeições, mas também funciona com peças de roupa mais antigas.

Faça contas:

Este ano tente poupar mais e reduzir as suas dívidas. Se não tem o hábito de fazer um orçamento, chegou a altura de o fazer. Há vários programas informáticos que o ajudam a controlar os seus gastos. Recorra a estas ferramentas.

Poupe:

Se quer poupar todos os meses mas tem algumas dificuldades em organizar-se para conseguir garantir que chega ao final do mês com o saldo positivo, então a solução indicada para o seu caso passa pelo agendamento de transferências automáticas (a partir de 10 euros por mês). Desta forma, estará a poupar quase sem se dar conta disso.

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB