Seis conselhos para fazer compras online sem problemas

O número de portugueses que faz compras online está a aumentar cada vez mais. Conheça alguns conselhos para não ter problemas.

fazer compras onlineO número de portugueses que compra online duplicou nos últimos cinco anos, para 2,7 milhões em 2014, de acordo com o estudo Economia Digital em Portugal 2009-2020, da Associação da Economia Digital (ACEPI). Segundo o estudo, em 2020, o número poderá chegar aos 4,5 milhões. Leia o artigo: Compras online: Descubra como poupar na compra de roupa   O comércio online é uma forma prática de fazer compras, por isso, é um mercado que continua a crescer. No entanto, é preciso ter alguns cuidados de segurança e de poupança, para não correr o risco de ser defraudado.  Assim, quando estiver a analisar uma compra, tenha atenção à seguinte informação: nome, endereço e número de registo comercial, principais características do produto ou serviço, preço total do produto, incluindo taxas e impostos, custos de entrega, meios de pagamento, data de entrega e, por fim, o prazo e condições para exercer o direito de livre resolução do contrato e respetivas exclusões. Conheça seis conselhos para fazer compras online sem ter problemas, de acordo com o guia sobre “Fazer compras à distância”, do Centro Europeu do Consumidor. Leia o artigo: Como desalfandegar uma encomenda vinda de fora da Europa

 

1. Leia os termos condições

Antes de efetuar a compra, leia os termos e condições para verificar se há restrições (geográficas ou de outra natureza), saber quais os meios de pagamento disponíveis, conhecer as políticas de devolução. É ainda importante que guarde uma cópia dos termos e condições, faça um ‘print screen’ de todos os passos que der até à compra e guarde toda a documentação relevante, nomeadamente a confirmação da encomenda, os recibos e as mensagens eletrónicas trocadas.

 

2. Conheça as condições de entrega e assistência pós-venda

Verifique quais as datas de entrega do produto e quem paga o transporte (no máximo costuma demorar 30 dias após a encomenda), se é possível acompanhar a encomenda e como é que se faz – muitas transportadoras disponibilizam um serviço gratuito em que pode saber onde está a sua compra. Também é importante que se informe do serviço pós-venda, ou seja, quais são os procedimentos em caso de devolução, se, em caso de insatisfação, o vendedor permite-lhe a devolução e reembolso do preço total. Saiba que só terá de suportar os custos da devolução se tiver sido informado pelo vendedor antes de celebrar contrato. Verifique também se há informção sobre como proceder caso o produto tenha defeito.

 

3. Informe-se sobre as garantias

Existe a garantia legal, que se refere à proteção assegurada em caso de desconformidade do produto. Esta proteção é obrigatória por lei e tem a duração de dois anos. Existe ainda a garantia voluntária (comercial) que assume a responsabilidade por defeitos que não constam no regime legal.

 

4. Quais os meios de pagamentos possíveis

Escolha um meio de pagamento seguro. É possível criar uma conta bancária virtual só para compras online ou um cartão de pagamento virtual válido apenas para uma única compra, como é o caso do MB Net ou do serviço Paypal. Se optar por pagar com cartão de crédito lembre-se que ao dar o seu número de cartão de crédito e a data de validade está a autorizar o débito na sua conta. Sempre que for disponibilizado, pode optar pelo método de pagamento à cobrança (paga quando recebe), mas nem todas as lojas disponibilizam esta forma.

Seja qual for o meio de pagamento, o vendedor não pode cobrar mais do que o valor que lhe cobram para disponibilizar esses meios de pagamento. Guarde toda a informação relativa à sua transação e verifique no extrato do seu cartão se não lhe são cobrados encargos adicionais, para poder reclamar atempadamente.

 

Segurança nos pagamentos das compras online

Uma das maiores preocupações que os consumidores devem ter em conta quando fazem compras pela internet é escolherem as formas mais seguras para fazerem os seus pagamentos. O objetivo é evitar que os dados bancários dos consumidores sejam alvo de um ataque de ‘piratas informáticos’. Uma forma de minimizar o risco de fraude passa pela utilização de cartões pré-pagos, já que nestes casos, a mobilização dos fundos está limitada aos montantes carregados.

Uma outra forma de proteger os seus dados bancários é verificar se os cartões bancários que utiliza para fazer pagamentos na internet têm a tecnologia 3D- Secure. Trata-se de um serviço que está disponível nos cartões das redes Visa, Visa Electron, Mastercard e Maestro e funciona da seguinte forma: o consumidor que adira a este serviço, sempre que fizer pagamentos online, terá de fazer uma validação adicional. Ou seja, após a inserção dos dados do cartão, será solicitado ao consumidor a inserção do código secreto 3D-Secure. O banco irá então validar este código e só depois permitirá ao consumidor finalizar o seu pagamento online. Para saber com mais detalhes como funciona esta tecnologia consulte esta página.

 

 

5. Depois de comprar

Uma vez tendo concluído o processo de compra, o vendedor tem de lhe enviar alguma informação (por regra para o email facultado): prazo para exercer o direito livre de livre resolução, o procedimento a ter se e os contactos em caso de querer cancelar a compra, o que acontece após o cancelamento da compra, o custo da devolução, as garantias do produto adquirido, o serviço pós-venda.

 

6. Direito de cancelamento do contrato

Quando receber o produto em casa se se apercerber que não corresponde exatamente às suas expetativas, tem o direito de livre resolução. Ou seja, tem 14 dias para resolver o contrato, devolver o produto e ser reembolsado sem penalização ou necessidade de justificação. Tenha em consideração que alguns produtos não estão abarcados neste direito, como os CD ou DVD em que a embalagem já esteja aberta, jornais, revistas, bilhetes de viagens, reservas de automóvel, de alojamento, produtos perecíveis ou feitos à medida.

 

Leia também:

Quanto custa importar um automóvel?

Como fazer dinheiro com o seu guarda-roupa? 

Como poupar na compra de roupa

Cinco erros a evitar se vai comprar nos saldos

Como poupar com os sites de descontos?

Como poupar nas compras de supermercado 

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB