Seis dicas de investimento para principiantes

Alguns conselhos a ter em conta para quem quer começar a investir em ações, fundos de investimento e em outras aplicações financeiras.

fundos de investimentoSe é uma daquelas pessoas que não gosta de ver as suas poupanças a crescer a um ritmo lento e espera conseguir ganhar um pouco mais, então deverá aprender algumas estratégias para investir e maximizar as suas poupanças. No entanto, antes de investir é imperativo que tenha conhecimentos suficientes sobre o funcionamento dos mercados financeiros e dos vários produtos de investimento que estão disponíveis em Portugal. Por isso mesmo, o Saldo Positivo dá-lhe algumas dicas que podem vir a ser úteis para quem quer começar a investir e não sabe como.

 

1. Que tipo de investidor é?

Esta é a pergunta que tem que fazer a si próprio antes de iniciar a sua viagem no mundo dos investimentos. Gosta de correr riscos na sua vida? Está disposto a correr o risco de perder parte do seu capital numa aplicação que tem potencial para lhe gerar retornos mais atrativos? O funcionamento dos mercados financeiros não tem segredos para si? Então provavelmente será um investidor com um perfil de risco agressivo. Se, pelo contrário, é uma pessoa que se investisse uma parcela (ainda que pequena) do seu capital em ações não conseguiria dormir descansado, então provavelmente é um investidor com um perfil conservador. Ou seja, privilegia a segurança das suas aplicações financeiras acima de tudo, mesmo sabendo que essas aplicações vão gerar ganhos mais modestos.

Há ainda investidores, com um perfil mais equilibrado, que não são totalmente conservadores mas também não gostam de ter toda a sua carteira de investimentos exposta aos produtos financeiros mais arriscados. São investidores que preferem fazer uma conjugação de vários produtos, colocando uma pequena parcela para investir em ações (seja através do investimento direto, seja através de fundos de investimento), outra em obrigações e outra ainda em instrumentos de elevada liquidez (depósitos, certificados de aforro, fundos de tesouraria ou do mercado monetário).

Outro conselho importante para escolher o produto de financeiro mais adequado ao seu caso passa por definir qual é o objetivo que pretende com o seu investimento (Ex: comprar uma casa, fazer umas férias, pagar a universidade do seu filho ou garantir uma reforma confortável) e a partir daí determinar o tipo de risco que quer correr com o seu dinheiro.

 

2. Procure conselhos financeiros

Para saber qual o melhor investimento para si e quais os diferentes tipos de produtos financeiros recorra ao seu gestor de conta. Leia jornais, livros ou até relatórios anuais das empresas para perceber como funciona o mercado financeiro. Faça a sua própria pesquisa antes de investir para ter conhecimento de toda a informação que necessita antes de começar a aplicar o seu dinheiro. Faça uma pesquisa intensa dos riscos que pode correr e internalize o conceito de perda, tendo em conta que todos os investimentos mesmo os mais comedidos, acarretam os seus riscos.

 

3. Defina limites de ganhos e de perdas

Para proteger a sua carteira deverá definir metas de ganhos e de perdas. Apesar de ser praticamente impossível “adivinhar” qual é o momento ideal para a compra ou venda de um título (porque não é possível prever os comportamentos dos mercados no futuro), a ânsia de ganhar poderá ser penalizadora para o investidor. Da mesma forma, os investidores deverão estabelecer objetivos das perdas que estão dispostos a correr e colocar ordens stop-loss nas suas posições. Ao fazê-lo, o investidor define qual é o valor máximo que está disposto a perder num determinado título. Quando esse preço é atingido, a venda é executada e, desta forma, o investidor consegue limitar os prejuízos. Este conselho é particularmente importante quando os investidores não têm muito tempo para acompanhar a evolução dos seus investimentos e também para evitar que os investidores acumulem prejuízos cada vez mais elevados numa determinada aplicação, com a esperança de que estes venham a recuperar.

Continue a ler o artigo nas páginas seguintes: 1 2 | Ver artigo Completo

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB