Tem vários rendimentos? Conheça os anexos do IRS

Se tem rendimentos de várias naturezas, saiba em que anexo é que os deve colocar.

anexos1

Tem vários rendimentos? Conheça os anexos do IRS

A declaração de IRS divide-se em vários anexos que têm de ser preenchidos conforme a natureza dos rendimentos recebidos. É aqui que se identifica a situação pessoal e familiar dos contribuintes e respetivo agregado familiar. Conheça os prazos e forma de entrega que cada um dos anexos permite.

 

Modelo 3

É a “cara” da declaração de IRS. Aqui deverá colocar os características principais do agregado familiar, como a composição, dependentes, número de contribuinte, residência fiscal ou estado civil. A declaração Modelo 3 deverá ser acompanhada dos anexos relativos aos rendimentos obtidos e, quando for caso disso, do anexo G1, H, I e J. Veja aqui o Modelo 3.

 

Anexo A – Rendimentos dependentes e pensões

Serve para declarar os rendimentos de trabalho por conta de outrem e ou pensões. O mesmo impresso destina-se a todo o agregado familiar, por isso, deve preencher uma coluna para cada membro que tenha este tipo de rendimentos. Se tiver rendimentos exclusivamente dependentes e de pensões, e entregar em papel, deve fazê-lo durante o mês de março. Porém, se optar pela entrega via internet, deverá concluir esta tarefa até ao final do mês de abril. Veja aqui o anexo.

 

Anexo B – Rendimentos independentes

Quem teve rendimentos de trabalho independente, ou feito um ato isolado, e não tenha contabilidade organizada terá de preencher o anexo B. Neste caso, cada membro do agregado que tenha rendimentos desta natureza deve preencher o seu anexo. De acordo com exemplo do Guia Fiscal 2015, da Deco, um casal em que os cônjuges são trabalhadores independentes têm de apresentar dois anexos B. Todos os trabalhadores com rendimentos independentes estão obrigados a entregar a declaração de IRS via internet e devem fazê-lo durante o mês de maio. Veja aqui o anexo.

 

Anexo C – Categoria B com contabilidade organizada

Os contribuintes com rendimentos independentes que tenham contabilidade organizada, assinada por um técnico oficial de contas (TOC), devem preencher o anexo C. Cada pessoa do agregado familiar nesta situação deverá entregar um anexo. Todos os trabalhadores com rendimentos independentes estão obrigados a entregar a declaração de IRS via internet e devem fazê-lo durante o mês de maio. Veja aqui o anexo.

Anexo D – Transparência fiscal e herança indivisa

Este anexo é para ser preenchido em dois casos: se teve lucros ou prejuízos de sociedades sujeitas à transparência fiscal ou se obteve rendimentos de herança indivisa (em que ainda não houve a partilha de bens). Cada pessoa do agregado familiar que tenha este tipo de rendimentos deverá preencher o seu anexo. A declaração que integre o anexo D deve ser enviada pela internet, durante o mês de maio. Veja aqui o anexo.

 

Transparência fiscal

No regime de transparência fiscal, a matéria coletável apurada nas sociedades é imputada aos seus sócios, sendo estes tributados em IRS, na sua esfera pessoal, consoante a percentagem de participação no capital da empresa. Segundo o artigo 6.º do Código do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas estão incluídas neste regime as sociedades civis não constituídas sob forma comercial, sociedades de profissionais, sociedades de simples administração de bens, cuja maioria do capital social pertença, durante mais de 183 dias, a um grupo familiar.

 

Anexo E – Rendimentos de capitais

Se recebeu juros, lucros, dividendos ou outros rendimentos de capital e pretenda englobar, deverá preencher o anexo E. Os rendimentos de toda a família são declarados no mesmo impresso. Sempre que tiver rendimentos desta natureza, deve enviar a declaração de IRS pela internet durante o mês de maio. Veja aqui o anexo.

 

Anexo F – Rendimentos Prediais

A preencher pelos contribuintes que obtenham rendimentos prediais (categoria F), como, por exemplo, rendas. Este anexo não é individual, pelo que deverá ser apresentado apenas um anexo por agregado, onde devem incluir todos os rendimentos prediais sujeitos a imposto. Quem tiver rendimentos prediais também deverá proceder à entrega da declaração de IRS através do Portal das Finanças durante o mês de maio. Veja aqui o anexo.

 

Anexo G – Mais-valias e outros incrementos patrimoniais

Deve ser apresentado em algumas situações, nomeadamente: quando o contribuinte obtém mais-valias (ou menos-valias) com a venda de ações ou imóveis, da transmissão definitiva de direitos de autor, da venda de participações sociais ou outros valores mobiliários, ou de contratos de futuro ou ‘warrants’. Neste anexo não deverá incluir os rendimentos desta natureza de todo o agregado familiar. Deverá proceder à entrega do IRS em maio, se o fizer através da internet, ou até ao final de abril se optar pela entrega em papel. Veja aqui o anexo.

 

Anexo G 1 – Mais-valias não tributadas

Dever ser usado pelos contribuintes que, em 2014, venderam imóveis excluídos ou isentos de tributação e que tenham sido adquiridos antes de 1989. Os rendimentos de toda a família são declarados no mesmo impresso. Deverá proceder à entrega do IRS em maio, se o fizer através da internet, ou até ao final de abril se optar pela entrega em papel. Veja aqui o anexo.

 

Anexo H – Benefícios fiscais e deduções

Este anexo destina-se a declarar rendimentos que sejam total ou parcialmente isentos, abatimentos ao rendimento líquido total, deduções à coleta previstas no Código do IRS e no Estatuto dos Benefícios Fiscais (EBF). Todo o agregado familiar utiliza o mesmo impresso. Se tiver rendimentos dependentes ou de pensões pode entregar em março, se o fizer em papel, ou em abril se optar pela via da internet. Por outro lado, se tiver rendimentos independentes, terá de entregar pela internet em maio. Veja aqui o anexo.

 

Anexo I – Herança indivisa

Se teve rendimentos profissionais ou empresariais provenientes de herança indivisa deve preencher o anexo I. Este anexo deve ser apresentado pelo administrador ou cabeça-de-casal da herança indivisa, desde que haja lucro ou prejuízo (rendimento da categoria B), que deva ser imputado aos contitulares, na proporção das suas quotas na herança. Esta declaração de IRS deverá ser entregue em maio, via internet. Veja aqui o anexo.

 

Anexo J – Rendimentos obtidos no estrangeiro

A entregar pelos contribuintes que obtiveram, no estrangeiro, rendimentos de declaração obrigatória em Portugal, como por exemplo, pensões de reforma. Os contribuintes devem conservar os documentos originais comprovativos dos rendimentos e do imposto pago no estrangeiro, emitidos pela respetiva autoridade local. Cada pessoa que obteve estes rendimentos deve preencher o seu anexo. Poderá fazê-lo até ao final de abril, se pretender entregar em papel, ou até ao final de maio, se optar pela internet. Veja aqui o anexo.

 

Anexo L – Residente não habitual

Destina-se a declarar rendimentos auferidos por residentes não habituais em Portugal, com atividades de elevado valor acrescentado, de caráter científico, artístico ou técnico. Deverá assinalar neste anexo a opção pretendida para eliminar a dupla tributação internacional. Esta declaração de IRS deve ser entregue, pela internet, em maio. Veja aqui o anexo.

 

 Especial Mês do IRS

– Vou preencher o IRS pela primeira vez. O que tenho de saber?

– Como pedir a senha de acesso ao Portal das Finanças

– Conheça todas as despesas que podem (ou não entrar) no IRS

– IRS: Tributação autónoma ou englobamento?

– É trabalhador independente? Saiba como preencher o IRS

– Como preencher o IRS de um familiar falecido

– Quem está dispensado de entregar o IRS

– Divórcio: Como declarar a pensão de alimentos 

– Tudo o que os senhorios podem deduzir neste IRS 

– Como declarar pensões de velhice no IRS

– Glossário do IRS: Descodifique os termos da declaração

– Pessoas com deficiência e IRS: Quais os benefícios?

– Saiba se a sua autarquia lhe oferece um desconto no IRS

– Uniões de facto:entregar em conjunto ou separado?

– IRS: Quais os investimentos que têm de ser declarados?

– Como pagar o IRS em prestações

– O que acontece em caso de atraso na entrega do IRS

– Como declarar as mais-valias da venda de uma casa

– Tem vários rendimentos? Conheça os anexos do IRS

 

Leia também outros artigos recentes sobre IRS

– Cinco formas de entregar o seu IRS

– O que muda em 2015 no IRS de quem vai emigrar

– Senhorios e o IRS: Saiba tudo o que vai mudar

– Quero doar uma parte do meu IRS. Como posso fazê-lo?

– Como preencher a declaração de IRS em 30 minutos

– O que fazer para que todas as faturas entrem no seu IRS

– Já sabe quando tem de entregar o seu IRS?

– Saiba o que fazer para pagar menos IRS

Divórcio: Como declarar a pensão de alimentos

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB