O SEU DINHEIRO

Teste o seu Q.I. Financeiro em sete questões

Veja em sete questões se é um Ás da gestão do orçamento familiar e se está familiarizado com os conceitos financeiros básicos.

Teste o seu QI Financeiro

teste- artigoCom a crise, muitos portugueses tiveram de aprender uma nova língua: o “economês”. Ao mesmo tempo foram obrigados gerirem com mão de ferro as suas poupanças e as suas despesas. Teste, em sete questões, os seus conhecimentos financeiros e veja se é um verdadeiro Ás das finanças pessoais.

5 respostas a “Teste o seu Q.I. Financeiro em sete questões”

  1. maria de lourdes david batista

    GOSTEI DO VOSSO QUETIONÁRIO.HOUVE UMA RESPOSTA NÃO DADA POR MIM VISTO SER PROF.JUBILADA E VIVER SÓZINHA,SEM ENCARGOS COM FAMILIA EMBORA AJUDANDO OS NETOS AINDA CRIANÇAS. CONTUDO DEIXEI DE FAZER VIAGENS PARA FORA DO PAÍS ACERCA DE 3 ANOS.RECEIO O FUTURO.BEM HAJAM.

    Responder
  2. Vânia Pinheiro

    Este quiz está mal formulado. Por exemplo logo na primeira qustão:

    1. Questão
    Qual é a percentagem do seu ordenado que poupa mensalmente?

    1. Mais de 10%
    2. Até 10%
    3. Nada

    Todos sabemos que devemos poupar o máximo possível do nosso ordenado mas no contexto atual, em que fica difícil as famílias fazerem face aos seus encargos mensais quando sofrem cortes brutais nos salários ao mesmo tempo que as condições de trabalho se detioram (se o tiverem!) e os impostos aumentam. A questão aqui é colocada como: “você poupa ou não quer poupar?” Quando a realidade do país não permite poupanças por muito que se queira.
    (Não me venham com dados que as poupanças aumentaram, isso aconteceu porque a classe média alta começa a ter percepção do risco e começa a antecipar o pior, no entanto a maioria da população não está debaixo desta tendência.)
    Voltando à questão da falaciosidade do quiz, não significa que o indivíduo que não poupa mais de 10% do ordenado seja um mau gestor do orçamento familiar ou que não esteja familiarizado com termos financeiros. A meu ver o indivíduo comum que no contexto atual consegue não faltar aos compromissos financeiros (com os quais se comprometou antes da chacina da economia e do trabalho digno) e não deixar que o básico falte à sua familia, esse sim é o verdadeiro conhecedor da gestão do orçamento familiar.

    Responder
  3. Joao Fernando Silva

    Tenho duvidas da resposta á Pergunta 6 o que penso que nao estará bem colocada.

    O valor 2.5% é o valor de TANL, sendo que é feito uma retencao de 28%. Ora a taxa efectiva é de 1.8%. Assim, o valor ao final é de 1018 euros . Se a pessoa opta pelo englobamento devido aos rendimentos, é outra coisa, agora o valor no final é 1018 euros para investimento e nao 1025 euros. Alias, é retido automaticamente pelo banco a taxa de retenção 🙂

    Responder
  4. M Correia

    A TANL já é líquida de impostos, tais como a retenção de 28%.

    Responder
  5. José Sá

    É muito fácil obter a máxima pontuação, difícil é por em prática o modelo de gestão quando os rendimentos são insuficientes.

    Responder

Deixe um comentário

A Caixa de Comentários é moderada. O Saldo Positivo reserva-se o direito de não publicar os comentários que possam ser considerados ofensivos.

PUB